Regionais


O grande número de atendimentos no CRVA de Ijuí, que é o Centro de Registros de Veículos Automotores, traz preocupação especialmente para segmentos da área do transporte e caminhoneiros, visto certa demora em alguns momentos, por exemplo, para emplacamentos. Diante disso, ontem, o prefeito ijuiense, Valdir Heck, aproveitou a estada em Porto Alegre, durante participação em seminário da Famurs, e manteve audiência no Departamento Estadual de Trânsito.

Valdir Heck disse que respeita a atual permissão dos serviços da unidade do CRVA, porém entende que é preciso mais agilidade no trabalho, tanto é que lideranças dos transportes solicitaram que intermediasse negociação do Detran. Agora é necessário aguardar o que pode ser feito, até porque acontecem casos de emplacamentos de veículos em outros municípios, visto a morosidade em Ijuí, o que causa perda de receitas para a Colméia do Trabalho.

O prefeito ijuiense ainda esteve reunido, na Capital Gaúcha, com o líder do governo estadual na Assembléia Legislativa, deputado Gabriel Souza, do PMDB.  Na ocasião, tratou da ampliação do aeroporto local para receber vôos comerciais. Valdir Heck observou que o projeto é fundamental, até porque Ijuí deve ganhar curso de Medicina. No seminário para novos gestores, promovido pela Federação das Associações dos Municípios do Rio Grande do Sul, o prefeito de Ijuí esclareceu que uma boa notícia veio do governador José Ivo Sartori. Isso porque, na próxima repatriação de dinheiro de brasileiros que possuem contas no exterior, o governo federal deve repassar 46% desses recursos para os Estados e municípios, o que deve ocorrer até junho deste ano.