Agricultura

  • Agricultura
    20/03/2017 15:03:58 Postado por Jonas Vieira

    Em entrevista na RPI, presidente da Associação dos Fiscais Estaduais Agropecuários frisa que inspeção é feita com seriedade e desvios são exceção


A operação da Polícia Federal feita na semana passada, que flagrou irregularidades na inspeção de carnes em grandes frigoríficos e empresas brasileiras, levou a Associação dos Fiscais Estaduais Agropecuários do Rio Grande do Sul, a Afagro, a divulgar nota em apoio ao trabalho policial. Hoje pela manhã, durante entrevista na Rádio Progreso, a presidente da Afagro, Angela Antunes de Souza, disse que a descoberta de fiscais federais da agricultura que concediam licenças irregulares para produtos de origem animal, em troca de propina, é um desvio e não uma rotina no serviço de inspeção sanitária.

Ela garante que a população pode seguir com o consumo de carnes inspecionadas. Ressaltou que no Rio Grande do Sul, por exemplo, o trabalho de inspeção começa desde a verificação da documentação dos animais, que envolve questões de vacinas, dentre outras, até a linha de abate. Porém, Angela Antunes de Souza observou a necessidade de mais fiscais agropecuários, em razão da grande demanda de trabalho.

Fonte: Foto: Flickr AFAGRO