Saúde

  • Saúde
    11/10/2017 17:10:03 Postado por Fabiele Caetano

    Cinco alimentos que melhoram a fertilidade




Os problemas de fertilidade são mais comuns do que parecem, mas a culpa nem sempre é da genética. Pelo contrário. A alimentação é um dos aspetos que mais interfere com a fertilidade... para o bem e para o mal.

As dietas desequilibradas - por excesso e defeito -, o consumo elevado de álcool e a ingestão regular e exagerada de alimentos processados são dos principais inimigos dos casais que pretendem aumentar a família. Já a alimentação saudável pode ter o efeito oposto e servir mesmo de trampolim para a conceção... especialmente se a aposta for feita nos alimentos mais certeiros.

Conta o site Eat This, Not That! que o leite de vaca meio-gordo é um dos alimentos a considerar, salvo se a pessoa é intolerante à lactose. No caso das mulheres, esta bebida é mesmo uma opção bastante válida, uma vez que a ciência já provou que o leite meio-gordo ou gordo consegue reduzir os riscos de infertilidade.

Aliados do organismo, do peso saudável e dos níveis de energia, os hidratos de carbono complexos - como os cereais integrais - são uma outra opção para impulsionar a fertilidade, diz a publicação, destacando os bons n+iveis de fibra e o poder deste componente na regulação do organismo.

Quando a mulher tenta engravidar já com uma idade mais avançada, isto é, a partir dos 35 anos, os peixes gordos podem ser bons amigos, uma vez que são ricos em ácidos gordos ómega 3, fundamentais para o sistema reprodutor.

Por acelerar o metabolismo, favorecer a perda de gordura e oferecer ainda um vasto leque de nutrientes, o chá deve ser a bebida de eleição, devendo a pessoa prestar atenção aos níveis de cafeína, que podem comprometer a qualidade do sono e, com isso, aumentar o stress.


Alvo de algum ceticismo, especialmente no que diz respeito ao impacto no sexo masculino, a soja pode ser uma aliada das mulheres, não por aumentar diretamente a fertilidade, diz a publicação, mas sim por funcionar como um escudo protetor contra os abortos espontâneos.

Fonte: Notícia ao Minuto