Busca rápidaX

MANCHETES

Abatedouro suspeito de vender carne de cavalo teria atendido 60% das hamburguerias de Caxias do Sul, diz MP

18 de novembro de 2021

Pessoas ouvidas pelo Ministério Público (MP) apontaram que em torno de 60% das hamburguerias de Caxias do Sul, na Serra do Rio Grande do Sul, compraram carne de um local suspeito de abater cavalos clandestinamente. Uma operação do órgão prendeu seis pessoas por envolvimento no esquema durante a manhã desta quinta-feira (18).

Ao todo, 17 restaurantes já foram identificados pelo MP. O promotor Alcindo Luz Bastos da Silva Filho diz que, mesmo sem saber que compravam carne de cavalo, os estabelecimentos sabiam que o produto era irregular.

“Eles podiam não saber o que tinha ali, mas sabiam que estavam fazendo uma compra irregular porque é proibido comprar produtos de origem animal sem passar por inspeção dos órgãos responsáveis”, explica.

De acordo com o coordenador do coordenador do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) – Segurança Alimentar do MP, os restaurantes e hamburguerias “comprovam o produto por um preço mais baixo e obtinham vantagem, então, deveriam, pelo menos, desconfiar”.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: G1
error: Conteúdo protegido!