Busca rápidaX

17ª CRS de Ijuí acompanha caso que envolve bugio encontrado morto em Garruchos, visto perigo da febre amarela

13 de fevereiro de 2017
O grande número de casos de febre amarela registrado no momento no centro do país deixa as autoridades de saúde do Rio Grande do Sul em alerta. Na semana passada, foi encontrado um macaco da raça bugio, morto no município de Garruchos, nas Missões. O coordenador técnico da Vigilância Ambiental da 17ª Coordenadoria Regional de Saúde, com sede em Ijuí, médico veterinário Carlos Alberto Noll, observa que haverá exames no bugio localizado morto para saber se morreu vítima de febre amarela ou não.
 
Isso porque, esse animal é considerado sentinela, ou seja, a mortalidade de macacos pode indicar a presença do vírus da doença na região. Carlos Alberto Noll enfatiza que no ano de 2009 teve vacinação em grande parte dos gaúchos contra a febre amarela. A segunda dose precisa ser aplicada no ano de 2019. No entanto, a preocupação fica no que diz respeito às pessoas que não foram imunizadas.
Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Acompanhe nas Redes

by @TwitterDev
error: Conteúdo protegido!