Busca rápidaX

MANCHETES

Polícia Civil identifica traficantes e desarticula organização criminosa em Ijuí

27 de janeiro de 2022

Uma organização criminosa responsável pelo tráfico de drogas em Ijuí foi desarticulada pela Delegacia de Repressão ao Crime Organizado (Draco). O trabalho teve início quando no dia 1º de dezembro do ano passado, em cumprimento a mandado de busca e apreensão (MBA), no Bairro Getúlio Vargas, agentes prenderam em flagrante um indivíduo de 25 anos de idade, natural de Canoas, sem antecedentes criminais, o qual ao ser abordado, tinha em sua posse 655 gramas de maconha, 602 gramas de cocaína, duas munições calibre .32 intactas, duas balanças de precisão, dinheiro e vários aparelhos de telefone celular. Este auto de prisão em flagrante gerou um Inquérito Policial para apurar eventuais comparsas, bem como mais provas acerca da autoria e materialidade delitiva.

Após inúmeras diligências investigatórias realizadas pelos agentes, uma organização criminosa foi descoberta. Estes indivíduos seriam membros de uma facção e estavam organizados em quatro pessoas:
– Um homem com alcunha de “Guinho”, o líder, natural de Ijuí, com 35 anos de idade, com diversos antecedentes criminais, tais como tráfico de drogas, associação para o tráfico de entorpecentes, ameaça, disparo de arma de fogo, posse irregular de arma de fogo de uso permitido, receptação, vias de fato, coação no curso do processo e dirigir sem habilitação gerando perigo de dano, ressaltando que o mesmo estava em livramento condicional pela VEC local.

– Um jovem autuado em flagrante, com apenas 25 anos de idade, sem antecedentes criminais, responsável pela “movimentação” e venda das drogas;

– Um homem com alcunha de “Alemão da Prefeitura”, apeando do regime semiaberto no Instituto Penal de Ijuí (IPI), natural de Ibirubá, com 31 anos de idade, indivíduo que realiza trabalho externo na Prefeitura Municipal de Ijuí (PMI). “Ele se aproveitava disso para, pasmem, em vez de se ressocializar, receber drogas e valores em dinheiro na garagem da prefeitura, situada próxima da ACI, “ostentando” os seguintes antecedentes criminais: 17 por furto, 5 por roubo, três por ameaça, além de incêndio, posse de arma branca (faça), lesão corporal e 3 delitos de ingressar em Presídios com aparelhos de telefone celular”, disse o delegado Gustavo Arais.

– Ainda foi preso nesta quinta-feira um homem natural de Ijuí, com 26 anos de idade, responsável pelo armazenamento dos entorpecentes, com antecedentes policiais por tráfico de drogas, lesão corporal culposa no trânsito e perturbação da tranquilidade.

Na manhã desta quinta-feira, os agentes policiais de toda a 26ª Região Policial cumpriram as prisões preventivas sendo todos encaminhados à Penitenciária Modulada de Ijuí.

error: Conteúdo protegido!