Busca rápidaX

MANCHETES

Beto cabeleireiro foi vítima de roubo seguido de morte, aponta Polícia Civil

2 de junho de 2020

A Polícia Civil de Ijuí concluiu a investigação sobre a morte de Gilberto Coracini, de 72 anos, encontrado morto ontem (1º) em sua casa, no bairro Penha, em Ijuí. Beto Cabeleireiro, como era conhecido, foi vítima de latrocínio, ou seja, roubo seguido de morte. Segundo a investigação, o homem foi morto ainda no domingo, por volta das 15h, mas o corpo somente foi encontrado na manhã de segunda.

De acordo com a PC, diante da diversidade, quantidade e qualidade dos elementos probatórios colhidos aos autos do Inquérito Policial pelos agentes da seção de investigação, o Delegado de Polícia, Gustavo Rodrigues Arais, representou pela prisão preventiva do autor dos fatos. No interrogatório, o criminoso confessou ter matado o cabeleireiro. Informalmente ele ainda afirmou que se não fosse pego fugiria para Porto Alegre. Segundo a Polícia Civil, a pena para este tipo de crime é de 20 a 30 anos de reclusão.

O autor do crime, identificado como J.M.R.M, tem 27 anos, é natural de Ijuí e possui antecedentes criminais por roubo, furto e receptação. Ele  esteve preso por sete anos, sendo que no dia 28 de maio saiu da prisão em livramento condicional.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Rádio Progresso de Ijuí. Foto: Reprodução redes sociais.

Acompanhe nas Redes

by @TwitterDev
error: Conteúdo protegido!