Busca rápidaX

MANCHETES

Instituto do Coração do Hospital de Caridade de Ijuí realiza procedimento inédito

23 de abril de 2020
Incor do HCI realizou procedimento inédito em paciente ijuiense. Foto: HCI/divulgação

O procedimento de embolização de veia hepática com plug vascular Amplatzer, foi realizado pela primeira vez no Serviço de Hemodinâmica do Instituto do Coração (Incor) do Hospital de Caridade de Ijuí (HCI). A novidade foi em um paciente de 67 anos, morador de Ijuí e teve como responsável médico o cirurgião vascular Fábio Goulart da Silva, com apoio do médico cirurgião endovascular e radiologista intervencionista Enio Ziemiecki Júnior, do médico anestesista Júlio Coracini, da equipe de enfermagem liderada pelo enfermeiro Miqueias Kasctin e os técnicos Guilherme de Aquino e Simone Stein, com a retaguarda da equipe administrativa do Incor.

Conforme explica o médico Fábio Goulart da Silva, o plug vascular amplatzer é apresentado como uma alternativa ao tratamento de doenças vasculares periféricas em que se faça necessária embolização, técnica que usa um fino tubo chamado cateter, introduzido dentro do sistema vascular, com acesso pela virilha ou pelo braço. “Nesse caso específico, introduzimos abaixo da axila, para acessar a veia hepática do paciente. O plug consiste em um dispositivo cilíndrico, auto-expansível, feito de malha de fio de Nitinol”, explica o cirurgião vascular.

O dispositivo contém em ambas as extremidades bandas marcadoras de platina-irídio.Um micro parafuso de aço inoxidável é soldado a um dos marcadores de platina, o que permite a fixação do cabo de aplicação de aço inoxidável de 135 cm. É pré-carregado num carregador e aplicado através de um cateter padrão.

” Os plugs vasculares, também chamados de PVAs, mostraram-se adequados e versáteis para oclusão de diferentes estruturas vasculares, com facilidade de implante e bons índices de oclusão, técnica que consiste em bloquear o fluxo sanguíneo em determinada região”, concluiu o cirurgião vascular Fábio Goulart da Silva. O procedimento inédito foi considerado bem sucedido e o paciente teve alta hospitalar.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Rádio Progresso de Ijuí/HCI