Busca rápidaX

MANCHETES

Região já está com estrutura praticamente pronta para a vacinação contra a Covid-19

17 de janeiro de 2021

Secretarias municipais de Saúde realizam os últimos preparativos para receber as primeiras doses de vacinas contra a Covid-19. O trabalho fica mais intenso com a autorização dada hoje (17), pela Anvisa, do uso emergencial de duas vacinas: a CoronaVac, desenvolvida pelo Instituto Butantan em parceria com a Sinovac, e a da Fiocruz, desenvolvida com a Astrazeneca/Universidade de Oxford.

Em Ijuí, a secretaria municipal de Saúde concluiu o levantamento para saber as pessoas que deverão ser imunizadas contra o coronavírus na primeira etapa da campanha. O secretário municipal de Saúde, Márcio Strassburger, disse que o plano nacional de imunização estabelece, inicialmente, vacinação de profissionais que atuam na área de saúde e pessoas com idade mais avançada. Porém, é preciso saber quantas doses do medicamento vão ser destinadas para Ijuí na primeira fase da campanha, a fim de identificar quem será imunizado inicialmente dos grupos prioritários. A ideia é centralizar a vacinação em apenas alguns ambulatórios de Ijuí, até porque num primeiro momento o quantitativo será de poucas doses. Além disso, Márcio Strassburger comenta que as unidades de saúde de Ijuí têm refrigeradores para os imunizantes de rotina, e que vão ser utilizados para armazenar as doses do medicamento contra a Covid.

Já a coordenadora da 17ª Coordenadoria Regional de Saúde, com sede em Ijuí, Janaína Silva, informou que recentemente o órgão recebeu duas câmaras frias, o que ajudará sobremaneira na manutenção das vacinas anti-coronavírus. Nesta segunda-feira pela manhã, o governador gaúcho, Eduardo Leite, estará no aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, para receber, simbolicamente, um quantitativo da vacina Coronavac. Eduardo Leite acredita que o Rio Grande do Sul contará, na primeira etapa, com 200 a 300 mil vacinas contra a Covid. Amanhã deve iniciar a distribuição dos medicamentos aos Estados.

O governador informou que a rede de frio, ou seja, os refrigeradores para armazenar os imunizantes, a logística de distribuição para as coordenadorias regionais de saúde e as seringas agulhadas estão prontos para receber as doses. Se as doses chegarem amanhã no Rio Grande do Sul, há perspectiva de que os medicamentos sejam entregues terça-feira para as Coordenadorias Regionais de Saúde. Além disso, a projeção é que quarta-feira seja feita a aplicação da primeira dose em Porto Alegre e nas sedes das Coordenadorias, com trabalho ampliado nos grupos prioritários na quinta-feira.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Rádio Progresso de Ijuí
error: Conteúdo protegido!