Busca rápidaX

MANCHETES

Modulada de Ijuí pretende se tornar referência no RS com geração de 70 vagas de emprego em 2020

25 de agosto de 2020

A Penitenciária Modulada de Ijuí tem se destacado neste ano pela geração de empregos para os apenados. Em maio uma empresa instalou equipamentos em um dos pavilhões da casa prisional para confecção de embalagens. Hoje já são 40 presos ganhando remuneração pelos serviços prestados. 

A novidade é que essas vagas serão ampliadas. Conforme o coordenador de projetos da penitenciária, Cidinei Cichoves, a empresa tem visto resultados positivos na atuação dos apenados e já investiu em uma estrutura para confecção de uniformes que serão destinados a frigoríficos do oeste catarinense. Cidinei afirma que já estão instaladas 7 máquinas de costura e nesta semana 10 apenados iniciaram o treinamento. Até o fim de outubro, o objetivo é empregar 30 presos e se tornar referência na geração de vagas no estado, sendo a casa prisional que mais gerou vagas laborais em 2020.

Além disso, a Penitenciária Modulada criou um projeto de metas de desempenho, para que, conforme a produtividade, os apenados ganhem uma renda superior. Estabelecendo metas, o plano oportuniza que o preso receba 1,2 salário mínimo. Cichoves reitera que desse valor, 10% fica para o fundo penitenciário que é revertido em melhorias na casa prisional ijuiense. Portanto, a geração de trabalhos internos ajuda na sustentabilidade da modulada.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Rádio Progresso de Ijuí
error: Conteúdo protegido!