Busca rápidaX

Acusado de matar transexual em São Borja será julgado por Juri Popular

20 de janeiro de 2020
Thalia Costa Barboza, de 33 anos, foi morta em 20 de junho de 2018, em São Borja

O jogador de futebol Douglas Gluszszak Rodrigues, será julgado através de um Juri Popular amanhã (21), em São Borja. Ele é acusado pela morte da transexual Thalia Costa Barboza, de 33 anos, ocorrido no dia 20 de junho de 2018.

Relembre o caso

O corpo de Thalia foi encontrado por populares um dia após o crime, em 21 de junho, às margens do Rio Uruguai, em São Borja. 

Conforme a polícia, a vítima foi morta a pauladas por Douglas, de 22 anos, que jogava futebol pela Associação Esportiva São Borja. De acordo com familiares, na época do crime eles estavam juntos há um mês. 

As autoridades chegaram até o atleta, natural de Canoas, na Região Metropolitana de Porto Alegre, por meio de câmeras de segurança. Os dois aparecem chegando juntos a um apartamento. Os documentos da vítima, além do carro dela, foram encontrados próximo à residência onde o suspeito morava, junto com outros colegas de equipe.

Conforme informações apuradas pelo jornal Folha de São Borja, em seu interrogatório na Justiça, Douglas relatou que no dia do crime, pela manhã, foi até a caixa d’água fazer uma sessão de fotos a convite de Thalia. Mais tarde, ele teria voltado ao local para receber um dinheiro que ela lhe daria para comprar passagens de volta a Canoas. Contudo, no momento ela teria dito que não daria o dinheiro e que não queria que ele viajasse.

Ainda de acordo com o relato do acusado, a vítima teria tentado agarrá-lo, e ele, para afastá-la, lhe transferiu um soco. O suspeito disse ainda que a vítima retomou a investida, no momento em que ele teria pego uma garrafa vazia e desferido um golpe na cabeça de Thalia. Douglas disse que não sabia se ela havia morrido, pois ficou assustado. Segundo o relato, ele pegou o carro da vítima, foi para o seu apartamento e jogou fora os documentos da vítimma, porém ficou com o celular para apagar as fotos. Ele frisou que não pretendia mata-la.

Douglas está preso preventivamente no Presídio Estadual de São Borja.

 

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Rádio Progresso de Ijuí com informações Folha de São Borja

Acompanhe nas Redes

by @TwitterDev
error: Conteúdo protegido!