Busca rápidaX

MANCHETES

“A imprensa regional é importante para o futuro da nação”, afirma presidente Bolsonaro

23 de agosto de 2019

O presidente da República, Jair Bolsonaro, afirmou nesta quinta-feira (22), em Brasília, que o trabalho da imprensa regional é importante para o futuro da Nação. A declaração foi durante café da manhã com lideranças das entidades que representam os veículos de comunicação do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná. O objetivo foi mostrar ao presidente o potencial e a atuação da Mídia Regional nos três estados do Sul. O SindiRádio – Sindicato das Empresas de Rádio e TV do RS participou, como integrante do GSul – grupo que atua em prol da radiodifusão gaúcha, catarinense e paranaense.

Bolsonaro reclamou da má vontade da mídia nacional em interpretar suas declarações sobre diversos assuntos. “Esse é o meu jeito de falar. Jeito que o povo entende. E não vou mudar”, ressaltou. “Estamos construindo uma rota diferente do passado. Nós temos tudo para dar certo. Precisamos de união”. Acompanharam o presidente o ministro-chefe da Secretaria de Governo da Presidência da República, general Luiz Eduardo Ramos, o ministro do Gabinete de Segurança Institucional, general Augusto Heleno, o Secretário Especial de Comunicação Social, Fábio Wajngarten. Também prestigiaram o evento os deputados gaúchos Marcel Van Hattem (Novo/RS) e Bibo Nunes (PSL/RS).

Segundo a presidente do SindiRádio, Christina Gadret, foi uma grande oportunidade de apresentar informações da mídia regional para o principal nome do poder executivo nacional. “A radiodifusão é extremamente importante para a sociedade, pois o rádio é um dos principais meios de informação rápida e um dos preferidos da população, acompanhando os cidadãos do momento em que acordam até a hora de dormir, estando presente nos lugares mais longínquos que existem, onde sequer há sinal de internet. Ao levar para o Presidente da República o trabalho executado pelos radiodifusores gaúchos tivemos um acesso fundamental para evidenciar que a checagem de fatos e o trabalho regionalizado 24 horas por dia contribui para uma sociedade mais informada ”.

O conselheiro de comunicação do Senado, Ranieri Moacir Bertoli (SC), também apresentou uma defesa da Mídia Regional e alertou ao presidente Bolsonaro sobre o grande aumento das rádios comunitárias no país. Entre 2004 a 2013, houve um aumento de concessão de radcom em 103%, totalizando 4.504 emissoras neste período, muitas delas não cumprindo as especificações legais que as deram origem, prejudicando as emissoras comerciais. “São concorrentes que não pagam outorga e nem impostos e fazem uma política sem nenhuma fiscalização no cumprimento da lei”, disse.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Sindirádio.

Acompanhe nas Redes

by @TwitterDev
error: Conteúdo protegido !!!