Busca rápidaX

MANCHETES

A partir de hoje, crianças entre seis e 11 meses também precisam ser vacinadas contra Sarampo

22 de agosto de 2019
Imagem: reprodução/internet

A partir desta quinta-feira (22), todas as crianças de seis meses a menores de 1 ano devem ser vacinadas contra o sarampo em todo o país. Essa medida preventiva deve alcançar 1,4 milhão de crianças, que não receberam a dose extra, chamada de ‘dose zero’, além das previstas no Calendário Nacional de Vacinação, aos 12 e 15 meses. Para isso, o Ministério da Saúde irá enviar 1,6 milhão de doses a mais para os estados. O objetivo é intensificar a vacinação desse público-alvo, que é mais suscetível a casos graves e óbitos.

A ação é uma resposta imediata do Ministério da Saúde em decorrência do aumento de casos da doença em alguns estados. Nesta terça-feira (20), o Ministério da Saúde divulgou novo boletim com os casos de sarampo. O Brasil registrou, nos últimos 90 dias, entre 19 de maio a 10 de agosto de 2019, 1.680 casos confirmados de sarampo, em 11 estados. O Rio Grande do Sul até o momento não tem registro de casos.

É importante esclarecer que a chamada “dose zero” não substitui e não será considerada válida para fins do calendário nacional de vacinação da criança. Assim, além dessa dose que está sendo aplicada agora, os pais e responsáveis devem levar os filhos para tomar a vacina tríplice viral (D1) aos 12 meses de idade (1ª dose); e aos 15 meses (2ªdose) para tomar a vacina tetra viral ou a tríplice viral + varicela, respeitando-se o intervalo de 30 dias entre as doses. A vacinação de rotina das crianças deve ser mantida independentemente de a criança ter tomada a “dose zero” da vacina.

A responsável pela vacinação na 17ª Coordenadoria Regional de Saúde, com sede em Ijuí, Patrícia Ildebrand, destaca que está vacina já faz parte da rotina da criança e que todas as salas a possuem. Nos municípios que abrangem a 17ª CRS, todas as crianças de seis à 11 meses já podem realizar a vacinação, assim como as de 12 e 15 meses.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Ministério da Saúde

Acompanhe nas Redes

by @TwitterDev
error: Conteúdo protegido !!!