Busca rápidaX

Acesso a Ubiretama facilita transporte de gêneros agrícolas

7 de julho de 2017

O Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer) está trabalhando em mais uma ligação asfáltica no Rio Grande do Sul. Desta vez, é a população de Ubiretama, na região Noroeste, que acompanha a movimentação das obras para a pavimentação do acesso à cidade. O trecho de cerca de oito quilômetros, entre o município e o entroncamento da BRS-392, está com 50% dos serviços de base e sub-base concluídos e deve ser entregue no final do ano. Até o momento, foram realizados trabalhos de terraplanagem e drenagem em 80% do trecho. Após a conclusão dessas etapas, a pavimentação e a sinalização definitiva da rodovia serão implantadas.
 

“Conseguimos dar um bom ritmo a essa obra. A ligação asfáltica vai contribuir para o deslocamento dos moradores e para o desenvolvimento do estado”, enfatizou o secretário dos Transportes, Pedro Westphalen. "Assim que concluirmos os trabalhos de base e sub-base, vamos iniciar a pavimentação da rodovia e, em seguida, a sinalização”, explicou.
 

A obra está incluída no programa Acessos Municipais, que é financiado pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). O investimento para a pavimentação do acesso a Ubiretama – que também vai beneficiar as cidades de Guarani das Missões e Cerro Largo – é de R$ 7 milhões. “Trata-se de uma obra que vai trazer benefícios à economia local, sobretudo ao transporte de gêneros agrícolas”, complementou o diretor-geral do Daer, Rogério Uberti.
 

O empresário José Carlos Moson, proprietário de um matadouro de bovinos em Guarani das Missões, já observa o crescimento do seu negócio. “É muito difícil o acesso à nossa propriedade. Às vezes, os caminhões e as carretas com o gado não conseguem subir a lomba e viram, aí o gado se machuca. É um transtorno. Com a pavimentação, isso vai melhorar. Vai diminuir até o custo com a manutenção dos veículos”, disse.
 

Acordo de Resultados
 

O programa Acessos Municipais está entre as prioridades do Acordo de Resultados. Assinado por todas as secretarias estaduais e vinculadas, ele consiste no acompanhamento dos projetos definidos como prioritários para serem executados pelo governo do Estado e envolve o planejamento de indicadores de desempenho, ações e eficiência da gestão.
 

Essa rede de governança prioriza as demandas da sociedade, com o objetivo de construir um governo mais eficiente na aplicação de recursos, mais ágil e menos burocrático, que, de forma transparente, dialogue com a população e entregue serviços de qualidade.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
error: Conteúdo protegido!