Busca rápidaX

MANCHETES

Acumulado de chuva neste mês em Ijuí é de 110 mm; na fronteira Oeste já chega a quase 600 mm

17 de janeiro de 2019
Rio Ibirapuitã, em Alegrete. Foto: Alegrete Tudo

Desde meados do mês de dezembro os índices de chuva forte tem sido frequentes no Rio Grande do Sul com um comportamento, segundo a MetSul Meteorologia, anômalo da precipitação.

Segundo a Emater de Ijuí, no município, as chuvas neste primeiro mês do ano são irregulares, sendo que chove de forma isolada em algumas áreas. Contudo, a média de chuva neste mês do ano é de 110 milímetros. 

Já na fronteira Oeste no Rio Grande do Sul, as últimas semanas foram de chuvas intensas, onde, diversos municípios decretaram situação de emergência por conta das enchentes. Portanto, quando analisamos os dados de forma quantitativa, os volumes são surpreendentes. Nos últimos 30 dias chegou a chover quase 600 milímetros.

Cidade Total dezembro + janeiro (mm)
Uruguaiana 589,2
São Luiz Gonzaga 568,4
Livramento 560,8
Quaraí 550,6
Alegrete 550,8
Dom Pedrito 513,8
Bagé 482,2

Dentre os município acima citados, a situação mais grave foi em Alegrete, onde o nível do rio Ibirapuitã subiu mais de 14 metros acima do normal. Sendo assim, nestas regiões a situação ainda está longe da normalidade. O solo segue encharcado, os rios altos e, com isso, o risco de desastre é muito maior. 

Diante disso, a METSUL adverte que entre hoje e amanhã com o retorno da chuva mais forte e dos temporais ao Rio Grande do Sul o risco é alto para transtornos. Além do risco devido a chuva, os vendavais, raios e o potencial de granizo podem agravar este cenário.

Compartilhar
  • 350
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    350
    Shares
error: Conteúdo protegido!