Busca rápidaX

Acusações, quatro réus e planejamento especial: questões sobre o julgamento do caso Bernardo que começa em Três Passos

11 de março de 2019
Fórum de Três Passos

Após quase cinco anos da morte do menino Bernardo Boldrini, na época com 11 anos, começa hoje o julgamento dos quatro réus acusados pelo crime. O júri vai acontecer no Fórum de Três Passos, município onde a criança residia. A perspectiva é que o julgamento dure toda esta semana.

Bernardo Boldrini desapareceu dia 4 de abril de 2014 e foi localizado enterrado num mato, no interior de Frederico Westphalen, 10 dias mais tarde. O pai de Bernardo, médico Leandro Boldrini, é suspeito de homicídio quadruplamente qualificado, ou seja, por motivo torpe, motivo fútil, emprego de veneno e dissimulação.

Graciele Ugulini, madrasta do menino, também vai responder pelos crimes de homicídio quadruplamente qualificado e ocultação de cadáver triplamente agravada. A amiga de Graciele, Edelvânia Wirganovicz responde por homicídio triplamente qualificado, ou seja, motivo torpe, emprego de veneno e dissimulação, além de ocultação de cadáver triplamente agravada.

O irmão de Edelvânia, Evandro Wirganovicz, é suspeito de homicídio duplamente qualificado, com emprego de veneno e dissimulação, também ocultação de cadáver triplamente agravada. Evandro teria feito a cova onde o corpo de Bernardo foi encontrado enterrado num mato em Frederico Westphalen.

O júri do caso Bernardo vai iniciar às 9 horas e 30 minutos de hoje no Fórum de Três Passos e será conduzido pela Juíza, Sucilene Engler Werle. O júri vai ser composto por sete pessoas, residentes em Três Passos, Bom Progresso, Tiradentes do Sul e Esperança do Sul. Eles serão responsáveis por decidir se os réus são culpados ou inocentes. Além disso, irão depor 18 testemunhas, por indicações das defesas dos réus e da acusação, neste último caso, através do Ministério Público.

Desde o final da tarde de ontem iniciou bloqueio do trânsito de veículos e pessoas nas imediações do Fórum de Três Passos, o que vai ser incrementado nesta segunda-feira, a fim de garantir segurança para o julgamento do caso Bernardo.

Não vai ser permitida a utilização de carros de som ou outros aparelhos sonoros nas proximidades do Fórum. Bernado Boldrini teria sido morto após receber injeção de medicamento. A Rádio Progresso vai acompanhar o julgamento, direto de Três Passos.

Compartilhar
  • 16
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    16
    Shares
Fonte: Rádio Progresso de Ijuí

Acompanhe nas Redes

by @TwitterDev
error: Conteúdo protegido !!!