Busca rápidaX

MANCHETES

Administração de Cruz Alta investe em ferramenta digital para gerenciamento e controle de Covid-19

18 de junho de 2020

A Administração Municipal de Cruz Alta trabalha para qualificar o atendimento a população em tempos de pandemia do novo coronavírus. Neste sentido a Secretaria Municipal de Saúde trabalha desde o início da gestão do prefeito Vilson Roberto com a informatização de dados através do Sistema Integrado Multidiagnóstico em Saúde – SIMUS.

Com a pandemia de covid-19 a Administração Municipal investiu na contratação de serviço específico para o tema, a chamada “tela covid”. Através dela os médicos realizam o gerenciamento e evolução de casos suspeitos e protocolos de quarentena, tal como notificações de casos suspeitos, e confirmados, e a retirada da lista de notificados para casos negativos. Também através deste novo módulo contratado mantém inclusive o contato com esses pacientes, acessam à página e atualizam a evolução clínica da saúde dos mesmos.

Este serviço está dentro do portal https://coronacontrole.com.br/, disponível para profissionais como médicos das Estratégias de Saúde da Famíia (Esf´s), médicos da Unidade de Pronto Atendimento (UPA), médicos dos Pronto Atendimento dos hospitais Santa Lúcia e São Vicente de Paulo, entre outros profissionais com permissões para isto, agregando informações em tempo real.     

O  serviço também é utilizado por municípios como Caçapava do Sul, Cacequi, Pelotas, Carazinho, Dom Feliciano, Faxinal do Soturno, Ijuí, Ivorá, Jaguari, Júlio de Castilhos, Porto Alegre, Restinga Seca, São Francisco de Assis, São Pedro do Sul, São Sepé, São Vicente do Sul, Sapiranga e Pelotas.   Com esse sistema, a SMS tem um controle rígido dessas pessoas que contraíram a doença.

Além das informações para os profissionais, através do SIMUS, o portal permite o acesso da população, contendo informações oficiais e gerais como notícias, vídeos, reportagens e até mesmo um aplicativo do Ministério da Saúde de auto consulta.

“A tela covid está agregada ao SIMUS. Todos os dias alimentamos a plataforma com informações por exemplo da Vigilância Epidemiológica como caso positivo para covi-19, por teste rápido de laboratório privado, contactante de caso confirmado. Ou seja, até o boletim epidemiológico ser divulgado no fim da tarde há todo este caminho sendo percorrido. Com a plataforma este caminho está sendo facilitado”, ressalta a secretária municipal de Saúde Marindia Borges.

O valor mensal a ser pago é R$ 9,4 mil em seis parcelas com recurso específico para custeio de informatização das unidades de saúde municipais.

No total a Administração Municipal já investiu no acumulado, até ontem (17), R$ 856 mil desde março. Este valor é referente apenas a contratações emergenciais de acordo com a Lei Federal 13.979/20 que rege a aquisição de bens, serviços e insumos de saúde destinados ao enfrentamento da emergência de saúde pública de importância internacional decorrente do coronavírus.

O investimento do município é maior ainda se somado os valores aplicados em serviços contratados, tais como junto ao Hospital São Vicente de Paulo onde já foram repassados mais de R$ 4 milhões desde o segundo semestre de 2017.

“Desde o início da pandemia estamos trabalhando para qualificar ainda mais o atendimento a população. Sempre dando transparência aos nossos investimentos. Hoje se o cidadão acessar o portal do município e digitarhttps://cruzalta.atende.net/?pg=transparencia#!/ irá ver nossos gastos e receitas covid-19. É importante que as pessoas busquem informações nos canais oficiais do município, pois há muitas veiculações de notícias desencontradas. Algumas por falta de conhecimento, outras por má fé mesmo e com interesses meramente político eleitorais”, afirma o prefeito Vilson Roberto.   

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Prefeitura de Cruz Alta
error: Conteúdo protegido!