Busca rápidaX

Advogado de famílias das vítimas da boate Kiss na região de Ijuí se diz frustrado com falta de punição dos responsáveis pela tragédia

4 de novembro de 2016
Durante visita a Ijuí, onde realizou lançamento de duas obras na Feira do Livro, ontem à tarde, o advogado criminalista, Amadeu de Almeida Weimann, se manifestou para a Rádio Progresso sobre o caso da boate Kiss. Ele foi contratado pelo Núcleo Missões das Famílias de Vítimas da Kiss, com sede em Ijuí, para atuar na defesa desses familiares.

O incêndio na casa noturna, em janeiro de 2013, matou 242 pessoas, inclusive várias de Ijuí e região. Em entrevista na RPI, Weimann disse que se considera um advogado frustrado no caso Kiss, já que todos os argumentos e provas materiais e testemunhais não foram suficientes para incriminação dos suspeitos. Para o advogado, uma condenação justa dos réus seria não somente uma forma de dar resposta a um martírio das famílias das pessoas que faleceram na casa de shows, mas um recado à sociedade para que a negligência e a impunidade não tenham novos capítulos.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
error: Conteúdo protegido!