Busca rápidaX

MANCHETES

Agência bancária é arrombada com explosivos em Arroio dos Ratos

23 de março de 2018
O cofre central de uma agência bancária localizada na cidade de Arroio dos Ratos, na Região Metropolitana de Porto Alegre, foi arrombado com explosivos na madrugada desta sexta-feira (23).

A ação criminosa durou 20 minutos, e os criminosos fugiram com o dinheiro da agência. O ataque aconteceu por volta da 1h40.

Uma câmera de vigilância flagrou a movimentação dos criminosos. Um carro de cor preta para em frente à agência, e é possível ver os criminosos com fuzis. Em seguida o clarão da fumaça do sistema de segurança do banco, seguida da ação dos criminosos que entram e saem do local.

Ao lado da agência, os caixas eletrônicos ficaram intactos. Os criminosos entraram pela porta principal e foram direto para os fundos da agência, onde realizaram quatro explosões que abriram o cofre principal.

"Eu vi o movimento das pessoas chegando na frente, pararam a caminhonete, vi o movimento correndo para dentro do banco. O primeiro estouro que aconteceu eu estava dormindo, dai levantei e quando fui ver estava a caminhonete ali na frente. Já explodiram em seguida, acho que em dez minutos explodiram um… dali a três minutos outras, dali três, quatro minutos outra. Foram quatro explosões no total. E eles tinha um que fazia a segurança corria para lá e praça e os outros lá dentro do caixa, sei lá se explodindo, tirando dinheiro de lá", afirma uma testemunha que pediu para não ser identificada.

As imagens registraram ainda os criminosos entrando no banco com sacolas vazias, e saindo com elas cheias.

No momento do ataque, apenas dois policiais estavam de serviço em Arroio dos Ratos. Um soldado e um sargento. De acordo com a Brigada Militar, mais de 10 bandidos participaram da ação.

"Foi uma explosão na Caixa Econômica Federal, efetuado por alguns elementos. Segundo informações de transeuntes, de 12 a 16 elementos. Pela informação que temos, não houve reféns, a única coisa que aconteceu é que passava um carro pelas imediações, e eles efetuaram um tiro de alerta para se afastar do local", diz o tenente coronel Maurício Padilha, comandante do 28º BPM.

Ele diz que não foi encontrado o veículo usado na fuga, e que mais de 20 homens participavam das buscas pelos criminosos.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
error: Conteúdo protegido!