Busca rápidaX

Agressores do cavalo Fanuel, em Santo Ângelo, já foram identificados

24 de janeiro de 2021

Atendendo a pedido do vice-presidente Campeiro do MTG, Adriano Pacheco, a chefe da polícia civil gaúcha, delegada Nadine Anflor, determinou registro de ocorrência e abertura de inquérito por crime de maus tratos ao cavalo batizado como Fanuel, que ganhou repercussão nas redes sociais. O vídeo com a denúncia, feita pela ONG Pé de Pano, de Santo Ângelo, mostra o animal sendo maneado e agredido, após um suposto treino de laço.

“Queremos que essas pessoas sejam punidas por tamanha crueldade. Nós zelamos mais do que ninguém pelos nossos cavalos. Repudiamos atitudes como esta”, afirma o vice-presidente.

Conforme a Polícia Civil, o caso foi registrado na manhã desta sexta-feira (22) e foi aberta a investigação. Cinco pessoas suspeitas foram identificadas — quatro delas que participaram das agressões diretamente e outra que filmou a tortura. Dos suspeitos, três já foram ouvidos. Um dos que aparecem na vídeo, segundo a polícia, é menor de idade. Seus nomes ainda não foram divulgados.

Nesta semana o cavalo passará por exames e atendimento de veterinários.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Rádio Progresso de Ijuí com informações do MTG.
error: Conteúdo protegido!