Busca rápidaX

MANCHETES

Agrônomo alerta sobre correntes de ar que podem transportar ferrugem asiática para região Noroeste

25 de janeiro de 2018

Dados do Consórcio Antiferrugem, que monitora lavouras de todo o Brasil, indicam que na atual safra de soja há dois casos de ferrugem asiática em lavouras de Ijuí. Outras duas ocorrências são registradas em Cruz Alta, uma em Júlio de Castilhos, outra em Santa Rosa, também um caso em Santo Augusto, outra situação em Bossoroca e ainda uma ocorrência em Roque Gonzales. Santa Rosa e Derrubadas também possuem um caso de ferrugem asiática em cada município.

Porém, esses números devem ser maiores, pois, segundo a Emater, a doença existe em muitas lavouras de soja, no entanto, com situações controladas através da utilização de produtos pelos agricultores. O agrônomo do escritório regional da Emater, com sede em Ijuí, Gilberto Bortolini, explica que as correntes de ar quente oriundas da Amazônia podem transportar o fungo da ferrugem asiática de lavouras da Bolívia, Paraguai ou outras regiões brasileiras.

 
Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
error: Conteúdo protegido!