Busca rápidaX

Água consumida em Ijuí apresenta 27 tipos de agrotóxicos em sua composição

18 de abril de 2019

Um coquetel que mistura diferentes agrotóxicos foi encontrado na água de 1 em cada 4 cidades do Brasil entre 2014 e 2017. Nesse período, as empresas de abastecimento de 1.396 municípios detectaram todos os 27 pesticidas que são obrigados por lei a testar. Desses, 16 são classificados pela Anvisa como extremamente ou altamente tóxicos e 11 estão associados ao desenvolvimento de doenças crônicas como câncer, malformação fetal, disfunções hormonais e reprodutivas. Entre os locais com contaminação múltipla estão as capitais São Paulo, Rio de Janeiro, Fortaleza, Manaus, Curitiba, Porto Alegre, Campo Grande, Cuiabá, Florianópolis e Palmas.

Os dados são do Ministério da Saúde e foram obtidos e tratados em investigação conjunta da Repórter Brasil, Agência Pública e a organização suíça Public Eye. As informações são parte do Sistema de Informação de Vigilância da Qualidade da Água para Consumo Humano (Sisagua), que reúne os resultados de testes feitos pelas empresas de abastecimento.

Os números revelam que a contaminação da água está aumentando a passos largos e constantes. Em 2014, 75% dos testes detectaram agrotóxicos. Subiu para 84% em 2015 e foi para 88% em 2016, chegando a 92% em 2017. Nesse ritmo, em alguns anos, pode ficar difícil encontrar água sem agrotóxico nas torneiras do país.

Em Ijuí, segundo Ana Aranha, editora responsável pela cobertura de agrotóxicos da agência Repórter Brasil, dos 27 tipos diferentes de agrotóxicos, um deles chama a atenção. A utilização do “Audicarbe” é vedada no Brasil, devido aos efeitos nocivos que causam danos irreversíveis à saúde. Este elemento foi encontrado na água distribuída em Ijuí em índices elevados, maiores dos apresentados como seguros pela União Européia. 

Os demais agrotóxicos encontrados nas análises estão dentro do que preconiza a lei, porém, o Brasil, segundo a pesquisadora, não apresenta níveis seguros em relação a quantidade de agrotóxicos. “É necessário divulgar mais e melhor esses estudos” completou Ana. 

Para pesquisar os números em sua cidade, click no link: https://portrasdoalimento.info/agrotoxico-na-agua/

Veja abaixo os resultados em Ijuí:

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Rádio Progresso de Ijuí.

8 respostas para “Água consumida em Ijuí apresenta 27 tipos de agrotóxicos em sua composição”

  1. Adilson DE Oliveira disse:

    Três agrotóxicos são liberados a cada dois dias sob o governo Bolsonaro!
    ONDE ESTÁ O PROBLEMA???

  2. Juliana Rosa disse:

    Olha me desculpe, posso não ter entendido a pesquisa mas pelo que li,esse número cresceu de 75% em 2014 para 92% em 2017 se bem me lembro Bolsonaro não era Presidente! Com certeza tem que haver mais fiscalização tanto dos órgãos federais quanto municipais e suas secretarias.

  3. Nilson Muraro disse:

    Não é em vao que cacon ds Ijuí recebe 300 novos casps de Cancer por mês, mas dai eu lhes pergunto :
    – Isto te assusta ou te conforta?

  4. João Luis Amaral disse:

    Trabalhei numa cooperativa no final dos anos 70 início 80. Havia o consumo era desenfreado. entrava 3-4 carretas só de defensivo na unidade que trabalhei. Formicida, era vendido em grandes quantidades. Na época engatinhava os movimentos ecológicos, faziam palestras de conscientização, mas sem efeito. os ecologistas da época, alertavam sobre os problemas futuros, incidência de câncer,demência e outras graves. A incidência apontada pela reportagem, identifica um dos princípios ativos dos formicidas comercializados na época. O futuro chegou e com ele os problemas que foram alertados a 40 anos.

  5. Nelda disse:

    Não seria Aldicarbe?

  6. Simoni disse:

    Que essa pesquisa é de antes do governo Bolsonaro é verdade, mas também é verdade que o governo Bolsonaro tá liberando mais agrotóxicos ainda!

  7. Silvane de Fátima Weippert disse:

    Quais seriam as 27 substancias encontradas?

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Acompanhe nas Redes

by @TwitterDev
error: Conteúdo protegido !!!