Busca rápidaX

MANCHETES

Ajuricaba decreta situação de emergência

22 de novembro de 2018

O Poder Executivo de Ajuricaba decretou hoje, 22, situação de emergência no município em razão da falta de médicos na rede pública de saúde.

Ontem, 21, os três médicos cubanos que atuavam através do programa federal Mais Médicos deixaram de trabalhar, após decisão do governo cubano de sair do projeto.

Cada um dos três profissionais cubanos atendiam 20 horas por semana, totalizando 60 horas. Com a saída deles, Ajuricaba fica com apenas uma médica para atender nas três Estratégias de Saúde da Família, com atuação de 10 horas, muito pouco para população de quase 8 mil habitantes.

Para evitar falta de atendimento, a prefeitura ajuricabense já conversou com a direção do hospital do município, a fim de que a casa de saúde possa atender a população.

Enquanto isso, os casos de urgência e emergência, aqueles que não poderão ser atendidos no hospital do município, serão encaminhados para Ijuí.

Nesta manhã o prefeito Ivan Chagas disse a reportagem da RPI que o decreto de emergência visa abrir possibilidade de contratar médicos em caráter emergencial, sem necessidade de edital de seleção pública, o que poderia demorar muito.

Ele espera que através desse contrato a comunidade volte a ter atendimento normalizado já na próxima semana.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
error: Conteúdo protegido!