Busca rápidaX

MANCHETES

Ajuricaba deverá receber mais de R$ 2 milhões em recursos não previstos

17 de agosto de 2018

O prefeito de Ajuricaba, Ivan Chagas, mais o Coordenador de Gabinete Josemar Martins, Procurador, Paulo de Tarso, e Secretário de Agricultura Adjunto, Eduardo Butzen, estiveram em agenda na capital gaúcha, ontem, 16, para tratar de assuntos para o município de Ajuricaba. As tratativas foram com diretores da UNISUL, na Famurs, Corsan e Daer. A grande novidade é o resgate de um valor que supera o montante de R$ 2 milhões de um deficit do ISSQN, descoberto pela equipe da administração recentemente.

Recurso superior a R$ 2 milhões no caixa

Inicialmente a comitiva esteve em audiência com diretores da UNISUL – Universidade do Sul de SC, para tratar sobre pauta para encaminhamento de convênio que habilitará o município acessar recurso para o município. Conforme Josemar Martins, que também responde pela secretaria de Planejamento, os valores que o município deverá acessar podem ultrapassar de R$ 2 milhões, correspondendo em mais de 10% da receita do município. Os primeiros encaminhamentos foram dados ainda nesta sexta-feira e a expectativa é que os primeiros valor cheguem em setembro.

Encaminhamentos FAMURS

Após as lideranças municipais encaminharam demandas na Famurs, em diligencias municipais no tocante a trâmites jurídicos.

Já na Corsan os representantes do Executivo de Ajuricaba foram enfáticos com o diretor presidente, Jorge Luiz Costa Melo, para a solução de problemáticas de saneamento que persistem no município. O diretor disse que nos próximos dias encaminhará um caminhão para fazer a secagem e num segundo momento uma solução definitiva com drenagem e filtragem dos materiais. Ainda na Corsan foi registrada a intenção de promover asfaltamento em ruas do centro e para isso foi pedido para fazer uma inspeção da necessidade em promover reparos antes da colocação de asfalto.

Liberação do SUSAF

O chefe do Executivo, Ivan Chagas e o secretário de Agricultura Adjunto Eduardo Butzen, comemoraram o decreto do governo do Estado que permite a venda de produtos de origem animal entre municípios e facilita a operacionalização das agroindústrias e abatedouros no tocante a liberação e comercialização dos produtos. Essa demanda já havia sido pauta das lideranças, motivada ainda pelo vereador Nardeli Uhde, autor do pedido de proposta, que esteve na comitiva na Secretaria de Agricultura do Estado ainda neste ano.

ERS 514 no DAER

Findando a agenda, nos últimos momentos do horário comercial, a comitiva esteve no DAER para dar encaminhamentos em antigas demandas relacionadas a ERS 514, na qual o município de Ajuricaba fez um convênio para dar uma atenção especial, visando a qualidade na trafegabilidade, considerando a briga judicial entre empresas participantes da licitação que emperra o desfecho para manutenção da obra. Desta forma o município interveio.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Prefeitura

Acompanhe nas Redes

by @TwitterDev
error: Conteúdo protegido!