Busca rápidaX

MANCHETES

Amuceleiro decreta emergência e encaminha pauta para melhorar segmento leiteiro

7 de março de 2018

A redução no preço pago pelo leite ao agricultor traz grandes reflexos também dentre os 21 municípios da região Celeiro. Na última sexta-feira, em assembleia no município de Tiradentes do Sul, a Associação dos Municípios da Região Celeiro emitiu decreto coletivo de emergência econômica devido à crise leiteira. No ano passado, cerca de 125 milhões de reais deixaram de girar na economia da região Celeiro. Além disso, o problema tem contribuído para que as pequenas famílias abandonem a produção por conta da inviabilidade da atividade leiteira.

Da audiência resultou uma pauta de ações e reivindicações, por exemplo, o pedido para proibir importação de leite, política diferenciada de preços ao produtor, compras institucionais do alimento pela União e combate aos calotes por parte das empresas. A Amuceleiro ainda quer renegociação das dívidas dos produtores e abertura de crédito emergencial.

Abaixo a pauta completa de reinvindicações elencadas na audiência:
 

  • Decreto de emergência econômica dos municípios da Amuceleiro;

  • Não importação de leite (extinção do Decreto Estadual nº 53.818 sobre alíquotas de leite importado);

  • Política diferenciada de preços (mínimo justo ao produtor);

  • Compras Institucionais (aquisição pela CONAB de estoques regulares para beneficiar programas sociais, PAA, PNAE);

  • Política de subsídios quando necessário;

  • Combate rigoroso aos sistemas de calotes existentes por parte das empresas do ramo;

  • Renegociação das dívidas dos produtores;

  • Abertura de crédito emergencial;

  • Atualização da tabela do programa de garantia de preços justos para agricultura familiar;

  • Campanhas de mídias nacional e estadual de incentivo ao consumo do leite;

 

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
error: Conteúdo protegido!