Busca rápidaX

Anac autoriza iFood a utilizar drones para fazer entregas no Brasil

23 de janeiro de 2022

A Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) autorizou na sexta-feira (21) o uso de drones para entregas de mercadorias, inclusive de alimentos, pela primeira vez no Brasil. A medida permite que a empresa Speedbird, parceira do aplicativo de delivery iFood, opere entregas comerciais com os aparelhos pilotados remotamente.

A autorização é acompanhada de restrições. A maior distância permitida será de 3 km e carregando uma mercadoria de, no máximo 2,5 kg. A Anac informou que só será permitido o uso de drones de um modelo específico, chamado DLV-1 NEO, em rotas do tipo BVLOS (Beyond Visual Line of Sight, em inglês), que significa além da linha visual do piloto.

Os drones devem atuar como intermediários e não percorrerão toda a rota de entrega, segundo o iFood. O aparelho faz um trecho do trajeto e deixa o produto em um droneport, uma espécie de pista de pouso para os drones. Lá, a mercadoria é coletada por um entregador que efetua a entrega ao consumidor final.

Em nota ao jornal O Globo, a iFood informou que vem testando o modelo desde 2020. A primeira rota experimental começou no final de 2021, com a autorização da Anac, e transportou mercadorias entre as cidades sergipanas de Aracaju e Barra dos Coqueiros.

Esta é a primeira autorização do tipo no Brasil. Em nota da Anac, o superintendente de aeronavegabilidade da agência, Roberto José Honorato, disse que “a utilização de drones para entrega de mercadorias é uma das mais esperadas aplicações da tecnologia [de drones]”.

A Anac afirma ter analisado por oito meses o projeto antes de conceder a autorização. Segundo o superintendente, as características técnicas do drone foram avaliadas para verificar se coincidiam com os requisitos de segurança da agência.

Link para matéria: https://www.nexojornal.com.br/extra/2022/01/22/Anac-autoriza-iFood-a-usar-drones-para-fazer-entregas-no-Brasil
© 2022 | Todos os direitos deste material são reservados ao NEXO JORNAL LTDA., conforme a Lei nº 9.610/98. A sua publicação, redistribuição, transmissão e reescrita sem autorização prévia é proibida.

error: Conteúdo protegido!