Busca rápidaX

MANCHETES

Após receber R$ 350, professores estaduais definem na terça se entram em greve

3 de setembro de 2017
Os professores estaduais do Rio Grande do Sul vão realizar uma assembleia geral, na próxima terça-feira, para definir se vão entrar em greve. A medida foi tomada pelo Cpers, sindicato que representa a categoria, após o funcionalismo público receber R$ 350 na última quinta-feira, na primeira parcela do salário referente ao mês de agosto. O governo chegou a avaliar a possibilidade de depositar mais R$ 170, mas a Secretaria Estadual da Fazenda disse que não foi possível efetuar o crédito antes do final de semana.

Nos últimos dias, foram realizadas assembleias regionais em algumas escolas para avaliar a chance de greve, mas a decisão final será tomada em conjunto, de acordo com o sindicato. Também estão marcados protestos de professores na próxima segunda-feira, em frente à agências do Banrisul, com a possibilidade de não haver aula. Em algumas escolas, estão sendo realizados períodos reduzidos, como é o caso do Instituto de Educação.

Além disso, o Cpers está orientando os professores e funcionários de escola a registrarem um Boletim de Ocorrência denunciando que o governo não fez o pagamento de seus salários, com um texto-base elaborado pela Assessoria Jurídica Criminal do sindicato.

A assembleia geral dos professores será realizada na Praça da Matriz, em frente ao Palácio Piratini, a partir das 9h30min.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
error: Conteúdo protegido!