Busca rápidaX

Assembleias municipais são opcionais para preparação à Consulta Popular deste ano

26 de maio de 2017

O governo gaúcho assume o compromisso de pagar projetos aprovados na Consulta Popular daqui para frente, porém o passivo de outras gestões não tem garantia de quitação. Isso foi repassado nesta semana pelo Executivo durante encontro do Fórum dos Conselhos Regionais de Desenvolvimento do Rio Grande do Sul, ocorrido em Porto Alegre.

O vice-presidente do Corede Noroeste Colonial e ex-prefeito de Ijuí, Fiovarante Ballin, disse que para a Consulta Popular deste ano, o governo do Rio Grande do Sul vai disponibilizar 60 milhões de reais, 10 milhões a mais do que estava previsto. O Corede Noroeste Colonial vai passar de 1 milhão, 264 mil reais para 1 milhão, 617 mil reais.

A assembleia do Fórum dos Coredes também aprovou cronograma das assembleias regionais dos Conselhos. O encontro do Corede Noroeste Colonial, para deflagrar a Consulta Popular desse ano, vai acontecer no dia 06 de junho, às 18 horas, na Unijuí. Fioravante Ballin esclarece que neste ano as assembleias municipais da Consulta Popular poderão ou não ser realizadas. Existe possibilidade de fazer encontros microrregionais. A votação vai acontecer dias primeiro, 2 e 3 de agosto, apenas via internet, quando os eleitores escolherão projetos de investimento.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
error: Conteúdo protegido!