Busca rápidaX

MANCHETES

Assinatura de financiamento permitirá início da obra da PCH sede II Centenária, em Ijuí

14 de julho de 2018

A Ceriluz recebeu nessa semana uma notícia esperada há meses e que dará condições da Cooperativa dar início às obras da Pequena Central Hidrelétrica (PCH) Sede II – Centenária. Trata-se da aprovação do financiamento da obra junto ao Banco Regional do Desenvolvimento (BRDE). A assinatura do contrato ocorreu na manhã dessa sexta-feira, durante reunião do Comitê de Monitoramento do Programa Gaúcho de Incentivo às PCHs (COMPECH). A PCH Sede II – Centenária é a primeira usina a ser financiada pelo BRDE dentro do programa gaúcho e também a primeira que recebeu Licença de Instalação – em março – cujo processo transcorreu inteiramente pelo Sistema Online de Licenciamento – SOL. O ato de assinatura contou com a presença do governador do Estado, José Ivo Sartori e, representando a Ceriluz, do presidente Iloir de Pauli e do engenheiro eletricista João Fernando Costa.

O presidente Iloir de Pauli valorizou a inciativa do Estado a partir do Programa de Incentivo às PCHS. “Para nós, do grupo Ceriluz, é um grande orgulho estar aqui hoje assinando este contrato de financiamento. O orgulho é ainda maior pelo fato dessa assinatura estar ocorrendo nesse ato, simbolizando o sucesso do Programa Gaúcho de Incentivo às Pequenas Centrais Hidrelétricas, idealizado há um ano, e que hoje demonstra seus resultados”, afirmou. O presidente ainda mencionou o fato do Estado estar dando a devida importância para a implantação de PCHs, que fomentam o desenvolvimento regional. “Vale destacar que investir em geração de energia, e aqui cito de forma especial as usinas das Cooperativas, não é gerar lucro para um investidor apenas, mas resultados para toda a sociedade, pois gerar energia significa desenvolvimento econômico e social”, reforçou.

A PCH Sede II/Centenária será instalada no rio Potiribú, na Linha 04 Leste, em Ijuí, e terá uma barragem acima da Cascata Wazlawick, túnel de adução de aproximadamente dois quilômetros e casa de máquinas próxima à Associação dos Apicultores de Ijuí, alcançado um declive total de aproximadamente 40 metros, o que possibilitará uma capacidade instalada de 7 Megawatts (MW).

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Comunicação Ceriluz

Deixe seu comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Acompanhe nas Redes

by @TwitterDev
error: Conteúdo protegido !!!