Busca rápidaX

Atleta relata ter sido agredido e sofrido injúria racial durante jogo em Bozano

14 de maio de 2022
Marcas no corpo após as agressões contra Bruno de Lima dos Santos, ocorridas na noite desta sexta-feira, 13 (Fotos: Divulgação)

Um jogador de futsal denunciou um crime de injúria racial e agressão do qual ele foi vítima em uma partida realizada na noite desta sexta-feira, 13, no município de Bozano, válida pela segunda rodada do campeonato municipal.

Na ocasião, as equipes de Saltinho e 15 de Novembro disputavam a partida quando, conforme o relato da vítima, um torcedor do 15 de Novembro começou a chamar um jogador do Saltinho, de macaco.

A partir disso, o árbitro da partida paralisou o jogo e relatou o fato ao mesário. O jogador também contatou a Brigada Militar que estava presente, identificado o autor das injúrias raciais.

O torcedor, então, foi retirado do ginásio. Mas, após o término da partida, um grupo de cinco pessoas cercou o jogador e o agrediu, conforme o relato da vítima. Além disso, uma briga generalizada foi registrada no local onde acontecia o jogo.

“Isso machuca demais, tenho somente 25 anos e não tenho mais vontade de jogar depois desse episódio de ontem. Minha família me salvou, graças ao meu primo e outros que não sofri agressões mais sérias. Esporte é pra ser jogado e não resultar em brigas, ameaças e outras situações. Que isso não se repita mais”, relata o atleta que jogava pelo Saltinho.

Mas, na noite deste sábado, 14, o jogador e o torcedor conversaram e resolveram a situação, sem que fosse realizado o registro policial.

Fonte: Rádio Progresso de Ijuí
error: Conteúdo protegido!