Busca rápidaX

Ato de assinatura institui a Justiça Restaurativa como política pública em Ijuí

23 de julho de 2020

Aconteceu na tarde desta quarta-feira, 22, o ato de assinatura da lei que institui, no âmbito de Ijuí, a política pública da Justiça Restaurativa (JR).  A JR como política pública em Ijuí tem por objetivo a prevenção de crimes e conflitos, através de voluntários busca solucionar os conflitos com diálogo antes de chegar ao Poder Judiciário.  

A lei foi sancionada no município em dezembro de 2019, porém devido à pandemia somente neste momento foi possível a realização do ato. A solenidade iniciou com a fala da juíza da 2ª Vara Criminal, Maria Luísa Pólo Gaspari, que destacou o momento difícil em que a sociedade está passando e que com essa conquista  a sociedade tem  um pequeno alento. “A Justiça Restaurativa é um trabalho coletivo, uma luta feita por várias mãos, uma ferramenta importante para a transformação de todos. Uma forma nova de analisar e pensar a sociedade e os conflitos que ela apresenta”, afirmou a juíza.

O prefeito Valdir Heck aproveitou o momento para escutar das lideranças as suas percepções, resultados e metas para a Lei. Para a titular da Coordenadoria da Mulher, Noemi Huth, a JR é uma nova maneira de lidar com os conflitos e crimes, uma oportunidade de fortalecer a rede em prol da proteção do ser humano. “Porém o maior desafio inicia agora, após a lei ser instituída, para as ações seguirem de forma efetiva”, disse Huth.

De acordo com uma das voluntárias, a professora Eloisa Argerich, os estudos iniciaram em 2016 e muito foi conquistado, mas ainda precisa ser feito novos encaminhamentos. “É programa que modifica as pessoas, a responsabilização de cada um pelo coletivo. Um novo olhar para os conflitos, mas os resultados positivos já são muitos”, salienta ela.

Na oportunidade o chefe do Executivo salientou que a Lei vem de encontro com o maior compromisso da Administração Municipal: a vida humana. E reforçou o dever de fazer o bem, pois essa é a grande política. Estiveram presentes integrantes do Poder Executivo e  Poder Legislativo, Unijuí, Defensoria Pública, Susepe e  OAB.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Rádio Progresso de Ijuí e prefeitura