Busca rápidaX

MANCHETES

Aumento de casos Covid em Santo Ângelo leva a suspensão de aulas e demais restrições

14 de maio de 2021

Os números da pandemia Covid em Santo Ângelo, neste mês, resultaram na adoção de novas medidas restritivas para todos os setores, visando amenizar a situação. A decisão inclui à suspensão de aulas presenciais e horários de funcionamento de estabelecimentos comerciais. Até esta sexta-feira (14) foram registrados 765 casos de Covid-19 no mês de maio, com média de 58,8 ao dia e 18 óbitos. O reflexo disso foi à lotação do sistema hospitalar, com leitos clínicos e de UTI ocupados em sua totalidade.

A definição das novas medidas ocorreu na manhã desta sexta-feira (14), em reunião no Gabinete do Prefeito Jacques Barbosa com a participação de secretários municipais e membros do Comitê Técnico Científico. Um novo decreto com as normas será publicado ainda nesta sexta-feira (14). Os estabelecimentos que não cumprirem as normas terão as atividades suspensas temporariamente.

SITUAÇÃO GRAVE

O prefeito Jacques Barbosa salientou que a situação é grave e é necessário que a sociedade tenha consciência disso. Diante disso, serão reforçadas as campanhas de conscientização e alerta para o cenário atual. “Se não conseguirmos reduzir o número de casos e internações, serão necessárias medidas ainda mais drásticas. Para que isso seja evitado, todos devem auxiliar, inclusive os comerciantes, seguindo os protocolos, orientando os clientes e as pessoas de modo geral seguindo as recomendações sanitárias e evitando aglomerações”.

AULAS PRESENCIAIS

As aulas presenciais estão suspensas na rede privada por 15 dias e passam a valer a partir da próxima segunda-feira (17). E não serão retomadas nas redes municipal e estadual no mesmo período. Seguem as atividades remotas. Os chamados cursos livres também estão com as aulas presenciais suspensas.

RESTAURANTES

Os restaurantes poderão funcionar até as 21 horas, sem o período de extensão até as 22 horas que era permitido no decreto anterior. Poderão funcionar com 50% do quadro de funcionários e atendimento de 25% da capacidade de ocupação, com clientes todos sentados. Além disso, serão permitidas no máximo quatro pessoas por mesa com distanciamento de dois metros entre cada mesa. Os bares devem permanecer fechados.

LOJAS DE CONVENIÊNCIA

As lojas de conveniência, anexas aos postos de combustíveis, e aquelas de venda de bebida deverão encerrar o atendimento às 20 horas de segunda a sexta e às 18 horas no sábado e domingo. A partir desse horário somente será permitida a tele-entrega e está vedada a venda no local.

CLUBES SOCIAIS

Os clubes sociais encerrarão as atividades às 18 horas, sem a prática de esportes coletivos.

IGREJAS

As igrejas poderão realizar suas atividades com 25% da capacidade de público e até as 20 horas.

SUPERMERCADOS

Os supermercados têm permissão para funcionar 24 horas e uma reunião com os proprietários deve ser realizada no início da próxima semana para adoção de critérios mais rígidos para atendimento dos clientes.

COMÉRCIO, INDÚSTRIA E SERVIÇOS

O chamado comércio de rua, as indústrias e os prestadores de serviços seguem com as mesmas orientações do decreto anterior, seguindo os protocolos sanitários estabelecidos.

PRESENÇAS

Participaram da reunião, os secretários municipais da Saúde, Flávio Christensen; de Governo e Relações Institucionais, Hélio Costa; e da Educação, Eliane Carpes; o presidente da Câmara de Vereadores, Nader Awad; a presidente do Sindicato dos Professores Municipais, Rosani Stocker; coordenador de Vigilância em Saúde, Ubiratan Gross Alencastro; os membros do Comitê Científico, Daniana Pompeo e Mauro Tschiedel; e o presidente do Conselho Municipal de Saúde, Felipe Luz.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Rádio Progresso de Ijuí e prefeitura
error: Conteúdo protegido!