Busca rápidaX

Champs Elysees

Bolsonaro afirma que reforma da Previdência deve ficar para 2019

13 de novembro de 2018
Foto: Youtube/reprodução

O presidente eleito Jair Bolsonaro, assim como o futuro ministro da Economia, Paulo Guedes, vinham, desde o início, defendendo que uma parte da reforma da Previdência fosse votada ainda neste ano. Contudo, em entrevista realizada ontem (12), Bolsonaro admitiu pela primeira vez que as alterações nas regras da aposentadoria devem ficar para 2019.

“A gente está achando que dificilmente aprova alguma coisa no corrente ano. Não é essa reforma [enviada pelo presidente Michel Temer] que eu quero, que o Onyx Lorenzoni quer. Tem de reformar a Previdência, mas tem de ser uma reforma racional”, afirmou Bolsonaro.

Na oportunidade, ele sinalizou que será difícil ter regras iguais para todos os trabalhadores. “Não pode olhar apenas o número, tem de olhar o social também. O teu trabalho, o meu, é diferente de alguém que mexe com a construção civil. É complicado, precisa ter coração também nessa reforma, não são apenas números”, ressalta.

O ministro extraordinário, Onyx Lorenzoni, também disse que as alterações, mesmo as infraconstitucionais, devem ficar para 2019. “A gente sabe que a sociedade espera do governo Jair Bolsonaro uma proposta que seja duradoura, que respeite as pessoas e que seja feita com calma e com vagar”. Onyx enfatizou ainda que é preciso ter humildade para saber o que pode ou não ser feito neste ano.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: editada de veja.abril.com.br

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Acompanhe nas Redes

by @TwitterDev
error: Conteúdo protegido !!!