Busca rápidaX

Cafeteria com garçons surdos atende na língua dos sinais

27 de janeiro de 2018
Uma nova cafeteria inclusiva, com garçons surdos, atende aos pedidos dos clientes na língua dos sinais. A ideia é promover a interatividade, ou seja, fazer com que as pessoas ouvintes tenham contato com a língua de sinais e vice-versa.

A CtheCity fica em Amsterdã, na Holanda, próximo ao rio Amstel. Ela já era conhecida por proporcionar uma “tour” no escuro, guiadas por cegos. As cenas mais conhecidas da cidade eram recriadas no escuro, estimulando os sentidos e trocando experiências com pessoas cegas.

Agora eles incluíram a comunicação em sinais, com linguagem gestual e só empregam surdos. 

A ideia
A iniciativa foi dos fundadores, Sandra e Bas, que iniciaram o “Ctaste” em 2007. Ctaste é uma experiência gastronômica no escuro, com garçons e garçonetes cegos.

Eles descobriram que as pessoas com deficiência visual ou auditiva possuem talentos especiais e fundaram Ctalents, que treina as pessoas cegas e surdas para um trabalho de primeira.

Desemprego 
Atualmente, o desemprego nos Países Baixos para deficientes visuais e auditivos chega a 70%, enquanto a média nacional em geral é inferior a 5%.

A Ctalents quer diminuir essa porcentagem para pelo menos 20%, com estas iniciativas, pra estimular outras empresas a fazer o mesmo.

Apesar do vídeo abaixo estar em alemão, a barista, que é surda, explica na língua de sinais como prepara o café.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
error: Conteúdo protegido!