Busca rápidaX

MANCHETES

‘Casa de passagem’ acolhe mulheres em situação de violência em Ijuí

24 de novembro de 2021

No mês em que as discussões sobre a violência contra a mulher são ampliadas em razão da campanha dos 16 dias de ativismo, a reportagem da Rádio Progresso recebeu a titular da Coordenadoria da Mulher de Ijuí, Dra. Carla Mussi. Durante entrevista ela explicou quais são os serviços disponíveis no que se refere ao apoio e proteção às mulheres.
Segundo ela, após a coordenadoria receber uma denúncia, uma equipe entra em contato com a vítima e oferece os serviços disponíveis, como por exemplo, apoio psicológico, assistência social, e casa de passagem, ou seja, um local ofertado às mulheres vítimas de violência. Se optar pelo acolhimento, a mulher recebe toda estrutura e apoio, inclusive emocional, de forma temporária, até se reorganizar e encontrar uma nova moradia, caso decida não retornar à residência com o parceiro.
“Não divulgamos onde fica esse local justamente pra reafirmar a questão da segurança e sigilo” afirma a coordenadora. Se necessário, posteriormente a vítima é encaminhada a outros atendimentos psicossociais, como CAPS e CRAS, e a partir daí, recebem acompanhamento contínuo.

Sobre as audiências, Dra. Carla Mussi explica que antes da realização, a mulher é chamada pela juíza na coordenadoria, onde participa de uma pequena palestra sobre violência. Posteriormente a vítima é encaminhada a uma conversa com o Defensor Público, trabalho atualmente prestado pelo Dr. André Girotto. Após, é promovida a audiência, ainda de forma online, na própria coordenadoria. “Depois da audiência e com toda essa conversa anterior é comum as mulheres saírem empoderadas e muitas delas decididas a não voltar com seus companheiros” afirma Carla Mussi.

Por fim, a titular da coordenadoria lembrou da importância das pessoas que presenciam brigas entre casais, não se calarem. “Em briga de marido e mulher se mete a colher, sim” afirmou Dra. Carla, fazendo referência a vizinhos, familiares e amigos que por ventura presenciem situações de violência doméstica.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Rádio Progresso de Ijuí
error: Conteúdo protegido!