Busca rápidaX

MANCHETES

Casa em que houve incêndio em Ijuí é onde ontem começou confusão e mesmo local de homicídios neste ano

27 de outubro de 2019

A casa onde ocorreu incêndio ontem à noite, 27, no bairro Colonial de Ijuí, é a mesma em que na tarde deste sábado começou uma confusão, que terminou em via pública, na Travessa Servidão. Segundo o delegado de Polícia Civil, Maurício Posselt, outra informação é que no mesmo imóvel, no início deste ano, uma mulher foi assassinada e o pai dela ferido gravemente. Dias depois ele morreu no Hospital de Caridade de Ijuí. Além disso, há poucas semanas, outro morador da residência, da mesma família, sofreu tentativa de homicídio.

As ocorrências

O bairro Colonial de Ijuí centralizou as atenções da Polícia nas últimas horas. Ontem à tarde, uma briga resultou em quatro feridos na Travessa Servidão. Mateus Fernandes da Silva, de 24 anos, Airton de Vargas, de 39, e Giovano Souza Vieira, de 27 anos, ficaram feridos por golpes de arma branca.

Já um adolescente de 16 anos, iniciais S-I-V-R, foi atingido por disparo de arma de fogo num dos braços. Todos foram levados para o Hospital de Caridade de Ijuí, onde permanecem internados. Eles não correm risco de morrer.

Um homem foi detido acusado de efetuar o disparo. Ele foi levado à delegacia de Polícia Civil, porém negou o crime, e acabou liberado. Nenhuma arma de fogo foi encontrada. Horas depois da Brigada Militar ter saído do bairro Colonial, os policiais tiveram que retornar ao local, pois por volta das 22 horas de ontem houve nova ocorrência.

Na rua 1, uma casa foi parcialmente destruída devido a incêndio. Os bombeiros evitaram que o fogo destruísse completamento o imóvel. Houve queima de cerca de metade da residência, sem feridos. Não há informação se o incêndio foi criminoso ou por outro problema.

Em relação ao homem detido ontem à tarde, após a briga no bairro Colonial de Ijuí, o delegado Maurício Posselt frisou que em depoimento ele disse que apenas estava na casa, onde à noite houve incêndio, mas inicialmente não tinha ligação com a confusão.

Porém, ele foi defender o irmão que era agredido. Maurício Posselt observou que em razão da complexidade das ocorrências, que começaram ontem à tarde e termiram à noite, neste momento não dá para saber quem é acusado e quem é vítima. Somente o inquérito poderá apurar mais detalhes dos crimes no bairro Colonial de Ijuí.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Rádio Progresso de Ijuí

Acompanhe nas Redes

by @TwitterDev
error: Conteúdo protegido!