Busca rápidaX

Casal Colombiano conclui doutorado na Unijuí

22 de janeiro de 2022

A Unijuí se despede nos próximos dias do casal Juan Gabriel Perilla e Jacqueline Ramírez, naturais de Bogotá, capital da Colômbia. Eles fizeram Doutorado na Universidade e vieram para Ijuí acompanhados da filha Juana. Os três, que chegaram em Ijuí sem conhecer e sem domínio do português, voltam para a Colômbia Doutores em Educação nas Ciências. Ambos iniciaram o Programa de Doutorado em 2019, mas conheceram a Unijuí um ano antes. “No VIII Congresso Internacional sobre a Formação de Professores de Ciências de 2018, em Bogotá, conheci a professora doutora Marli Dallagnol Frison, que fez eu me interessar pelo Doutorado na Unijuí”, comentou Juan.

O casal relata que durante esse período de intercâmbio várias adversidades surgiram, como, por exemplo, aprender outra língua, uma cultura e costumes diferentes. “Foi difícil ter deixado tudo. A estabilidade que tinha na minha vida, os aspectos familiares e profissionais. Representou um desafio muito grande, assim como o período em que vivenciamos esta complexa época da pandemia”, explica Jacqueline.

Apesar disso, os dois, agora doutores, destacam que as professoras e professores da Unijuí têm sido parte fundamental nesta caminhada, não somente no aspecto acadêmico, mas também  no aspecto pessoal e humano. “O alto nível de generosidade, de acolhimento, de carinho e de familiaridade faz a diferença nos tempos mais difíceis que passamos pela pandemia e o isolamento. Estando longe da família e do país. Essas pessoas maravilhosas tornaram-se nossa família aqui e isso é inesquecível para nós”, ressalta Jacqueline.

Juan e Jacqueline devem retornar ao seu país em fevereiro, mas já estão sentindo saudades do que construíram ao longo desses três anos. “Quando cheguei tive muita saudade da Colômbia e da minha vida lá, mas, agora, só de partir já estou com saudade daqui. Tem sido uma etapa muito especial, tanto que estou levando muitas coisas, diversos conhecimentos acadêmicos, muitas leituras, livros, autores e grandes experiências para casa. Mas o que mais levo são os exemplos de humildade, fraternidade e solidariedade que presenciei”, afirma Juan.

Jaqueline aconselha ainda que as pessoas busquem grandes desafios durante seus estudos e que busquem locais onde possam aprender uma nova língua. “Permitam-se se desafiar na construção de aprendizados, experiências e atividades que você não poderia experimentar no seu lugar de origem. É muito importante sair da zona de conforto e viver novos sonhos e desafios”, finaliza Jacqueline.

Fonte: Rádio Progresso de Ijuí
error: Conteúdo protegido!