Busca rápidaX

MANCHETES

Caso de coronavírus em médico ijuiense ainda não está nas estatísticas do Estado; saiba o porquê

30 de abril de 2020
Foto: ASCOM / Fiocruz

No último dia 16 de abril o Hospital Unimed Noroeste confirmou o primeiro caso de coronavírus em Ijuí. O paciente que esteve infectado foi o médico atuante no município, Ibrahim El Ammar. A informação somente foi divulgada quando ele já estava curado, alguns dias após a confirmação da doença.

Contudo, até hoje (30) o caso do médico não aparece nas estatísticas do Governo do Estado, que são atualizadas diariamente. De acordo com a enfermeira da 17ª Coordenadoria Regional de Saúde (CRS), Tatiana Sauer, a não publicação do dado ocorre porque o caso obteve resultado a partir de uma sorologia por quimioluminescência (CLIA), realizada por um laboratório privado. Este laudo foi então encaminhado para validação do Centro Estadual de Vigilância em Saúde, que o encaminhou ao Laboratório de Saúde Pública, pois este é um método novo. Somente após a análise e validação deste último órgão, o dado será computado e entrará nas estatísticas. 

A enfermeira ainda explica que há uma diferença, por exemplo, entre o caso confirmado em  um paciente de Ajuricaba. Neste, a identificação do vírus foi feita por um exame viral, sendo que o caso do médico foi realizado o método de sorologia.

Também existe uma preocupação com a computação dos resultados positivos de testes rápidos, realizados por laboratórios privados. Para que estes testes sejam validados pelo Centro Estadual de Vigilância em Saúde, é necessário que haja o registro pela Anvisa e a validação pelo Instituto Nacional Controle Qualidade em Saúde, da Fiocruz.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Rádio Progresso de Ijuí