Busca rápidaX

Caso Milena: família afirma que menina foi estuprada e morta

22 de janeiro de 2021

O mistério que envolve a morte de Milena Eduarda Déckert Schreiber, de 15 anos, está sendo solucionado. Conforme a família, há a certeza de que houve um estupro e que, consequentemente resultou no óbito da adolescente. O pai da menina esteve em contato durante a tarde de hoje com a reportagem da Rádio Progresso.

Fatores determinantes para a afirmativa foram repassados por Cristiano Schreiber, pai de Milena. De acordo com ele, a menina teria sido dopada e a há um laudo que comprova o uso de medicação.

Milena morreu no dia 20 de setembro na localidade de Capão Bonito, interior de Ijuí. A adolescente apresentou um forte sangramento na vagina o que, conforme a família, teria ocasionado uma hemorragia e consequentemente uma parada cardiorrespiratória.

Nas redes sociais, a irmã de Milena pediu por justiça. “A Milena foi violentada sexualmente, e pela brutalidade do ato, foi morta covardemente. Agora, mais do que nunca, queremos justiça”, escreveu.
Um adolescente, de 17 anos, que estava no quarto em que a menina foi encontrada desmaiada, está sendo investigado. A Polícia Civil, responsável pelo inquérito, através da Delegacia da Mulher, disse que a apuração ocorre em segredo de justiça e laudos estão sendo aguardados.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Rádio Progresso de Ijuí
error: Conteúdo protegido!