Busca rápidaX

MANCHETES

Censo 2020 rompe série histórica e anuncia cortes em questões sobre renda e moradia

3 de julho de 2019

Os questionários do Censo Demográfico 2020 do IBGE deverão ter cortes em questões como rendimento, emigração e posse de bens, entre outras. O novo questionário básico foi divulgado no dia primeiro de julho.
A pesquisa estava orçada inicialmente em R$ 3,4 bilhões, porém, o ministro da Economia Paulo Guedes determinou cortes com o objetivo de reduzir custos. Em resposta, Susana Cordeiro Guerra, que assumiu a presidência do IBGE na gestão Bolsonaro, pediu redução de 25% do valor do Censo.

Para a associação que reúne os servidores do IBGE, os cortes vão ter impacto na qualidade da pesquisa, com perdas em temas como deficit habitacional e na fórmula para projetar o crescimento da população.

Elis Regina Alegranzi, responsável pela agência IBGE em Ijuí, avalia que o item mais preocupante retirado do questionário básico são os que detalham sobre a renda, o que prejudica a avaliação de estratégias de combate à pobreza. Além de não questionar sobre outras fontes, o IBGE propões perguntar apenas a renda do chefe do domicílio.

Sobre o questionário completo, Elis afirma que o corte mais significativo é relativo ao quesito de posse de bens como automóvel, motocicleta, televisão, etc., restando apenas perguntas sobre máquina de lavar e acesso à internet.

Por outro lado, a responsável pela agência do IBGE em Ijuí, acredita que os cortes não devem ter tanto impacto na qualidade da pesquisa, já que algumas questões fundamentais retiradas dos questionários podem ser obtidas de outra forma, como por exemplo, em pesquisas por amostragem ou por registros administrativos como da Polícia Federal.

O questionário básico aplicado em 90% dos cerca de 71 milhões de domicílios brasileiros ficou com 26 questões, oito a menos do que em 2010. Já o questionário completo, aplicado aos 10% restantes, foi reduzido de 112 para 76 perguntas.

Em Ijuí, a agência do Senso é composta por sete pessoas. Elis Alegranzi afirma não haver previsão de concurso para novas contratações.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Rádio Progresso de Ijuí
error: Conteúdo protegido!