Busca rápidaX

Centro de Referência em Saúde do Trabalhador de Ijuí aguarda repasse vencido do governo do estado

22 de novembro de 2019

O Governo do estado do Rio Grande do Sul deve mais de R$ 600 mil em recursos para o Cerest- Centro Regional de Saúde do Trabalhador da Macrorregião Missioneira, com sede em Ijuí. Esse atraso no repasse da verba se repete em outros municípios do estado. Em decorrência disso, muitos Centros tiveram que ser fechados. 

O secretário de Saúde de Ijuí, Josias Pinheiro, confirmou à reportagem da Rádio Progresso que o município  não tem a pretensão de fechar a unidade. Segundo ele, o Ministério da Saúde vai apresentar no próximo mês uma proposta de reformulação dos serviços prestados em todo Brasil, mudanças que vão desde o atendimento até a linha de financiamento, mas garantiu que na Colmeia do Trabalho não existe a intenção de acabar com o serviço.

 Os CERESTs são serviços de saúde direcionados para os trabalhadores, implementados a partir dos anos 80 na rede pública de saúde. Em Ijuí, desenvolve suas atividades desde 2004 e tem como principal objetivo a prevenção de acidentes e doenças relacionadas ao trabalho.

Segundo o secretário Josias Pinheiro, o serviço conta com apoio da união, que repassa mensalmente R$ 30 mil, mais o estado, que deveria desembolsar R$ 50 mil mensais. O restante é contrapartida do município, que tem um gasto mensal de cerca de R$ 130 mil entre estrutura, materiais e profissionais.

Em razão da falta de repasse do governo, é o município quem cobre o valor. Atualmente o CEREST em Ijuí conta com 20 funcionários.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Rádio Progresso de Ijuí

Acompanhe nas Redes

by @TwitterDev
error: Conteúdo protegido!