Busca rápidaX

Cerca de 470 ijuienses procuraram atendimento com suspeita de diarreia aguda

21 de outubro de 2021

Após diversos relatos de pacientes que acusaram diarreia aguda, a Vigilância Sanitária de Ijuí aguarda a vinda de exames que comprovem ou descartem um possível surto de norovírus. Em entrevista ao programa Rádio Ligado, na manhã desta quinta-feira, o médico veterinário, Ortiz Schroer Junior, coordenador da Vigilância Sanitária, informou que amostras de água e de fezes e foram enviadas para o Laboratório Central do Estado (Lacen). O município aguarda os resultados.

Como medida urgente, o Centro de Vigilância Estadual em Saúde orientou para que a Companhia Rio Grandense de Saneamento (Corsan) elevasse a quantidade cloro na água consumida pela população. O intuito é ter uma proteção maior ao vírus.

“Várias faixas etárias foram acometidas e se espalhou rapidamente. Seis unidades de saúde notificaram casos e 470 pessoas procuram atendimento com suspeita da doença. Algumas precisaram de internação”, disse Ortiz.

A vigilância alerta para que as caixas d’água seja higienizadas e a água fervida para que pessoas não sejam acometidas pela doença. “Queremos estes cuidados para que haja uma contenção do surto. Crianças, por exemplo, quando têm a suspeita da doença, que fique em casa para que a doença não se espalhe”, disse Ortiz.

Além da diarreia aguda, o vírus traz debilidades a quem o contrai, como febre e dor no corpo.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Rádio Progresso
error: Conteúdo protegido!