Busca rápidaX

CNM divulga perspectiva de acréscimo de receitas para municípios da região com mudança de lei do ISS

2 de junho de 2017

Nesta semana, deputados e senadores derrubaram o veto do presidente Michel Temer, que invalidava parte da Lei do ISS e impedia a redistribuição do imposto sobre serviços de leasing, planos de saúde e operações com cartões de crédito e débito. Dessa maneira, passa a valer o texto da lei aprovada em dezembro do ano passado, que altera regras na cobrança do ISS, fixa em 2% a alíquota mínima e prevê que o valor do imposto seja creditado na cidade onde aconteceu a operação financeira.
 
Ajuricaba poderá ter acréscimo de 175 mil reais com a redistribuição do ISS, Augusto Pestana, 230 mil; Boa Vista do Cadeado, 90 mil; Bozano, pouco mais de 60 mil; Coronel Barros, 54 mil e 700; e Condor, 202 mil. Já Ijuí deve ter aumento de 3 milhões, 180 mil reais; Jóia, 206 mil; Panambi, 1 milhão, 426 mil; Nova Ramada, 52 mil e 200; e Pejuçara; aumento de 129 mil e 400 reais nas contas.

 

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
error: Conteúdo protegido!