Busca rápidaX

MANCHETES

Com falta de água e prejuízos na agricultura em razão da estiagem, Nova Ramada decretará emergência

10 de março de 2020

O município de Nova Ramada organiza documentação para decretar situação de emergência em razão das perdas causadas pela falta de chuva. O prefeito, Marcus Bandeira, disse que ocorre levantamento de laudos sobre prejuízos, para argumentar o decreto, a fim de que o governo gaúcho reconheça a emergência.

Marcus Bandeira destacou que há falta de água em todo município, mas principalmente nas localidades de Pinhal e 12 de Outubro. Poços artesianos, rios e riachos estão com pouca água. Algumas famílias já se socorrem com vizinhos a fim de conseguir água para consumo próprio e para animais.

A prefeitura de Nova Ramada já pensa em conseguir um caminhão pipa a fim de levar água para as comunidades. Além disso, o Executivo vai comprar caixas de água e repassar para famílias a fim de acondicionar água.

Bandeira ainda frisou que a prefeitura ramadense estuda a possibilidade de repassar cestas básicas para famílias que não conseguem trabalho na área rural, visto a redução de serviços nas lavouras por conta da estiagem, por isso, poderá faltar alimentos.

Hoje houve reunião em Nova Ramada entre diferentes segmentos e o responsável pela Coordenadoria Regional de Defesa Civil de Santo Ângelo, José Ricardo Correa. O chefe do escritório da Emater no município, Denivaldo Ribeiro, informou que no momento a expectativa é de rendimento médio em torno de 35 sacas de soja por hectare.

A previsão inicial era de 60 sacas. Com a colheita entre 6 e 8%, a produtividade está entre 22 a 30 sacas por hectare na maioria de Nova Ramada. Apenas uma faixa no limite com Santo Augusto, onde choveu mais, há casos de rendimento de 50 a 60 sacas de soja por hectare.

O milho safrinha está em floração, período que necessita de muita água. No tocante à produção leiteira, a estimativa de perda é mais complicada, pois os agricultores de Nova Ramada fornecem alimentos para os bovinos que não seja apenas as pastagens. Mas em função do calor, há quebra natural no rendimento do leite.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Rádio Progresso de Ijuí

Acompanhe nas Redes

by @TwitterDev
error: Conteúdo protegido!