Busca rápidaX

MANCHETES

Comerciários protestam no Legislativo de Ijuí e projeto do horário livre das empresas não é votado

10 de abril de 2018

Em sessão ontem à noite, do poder legislativo de Ijui, alguns projetos que tramitavam na casa, em fim, foram aprovados. Uma das principais matérias é que regulamenta o estacionamento rotativo na área central. A proposta prevê mudanças nos tempos e valores cobrados nos parquímetros, além de regular algumas situações esporádicas. Também foi aprovado a contratação de professores e enfermeiros, em caráter emergencial.

Já o projeto que trata sobre o horário do comércio, teve pedido de vistas efetuado pelo vereador Claudiomiro Pezzetta, do PDT, e retorna as comissões para o debate. Nas falas do pequeno e grande expediente, o assunto do comércio voltou às discussões com mais ênfase. O texto pode retornar à pauta da sessão na próxima semana, quando sera votado.

Também foi aprovado pedido de vistas, por pedido do vereador Darci Pretto da Silva, do PDT, da matéria da prefeitura que estabelece contratação de crédito bancário, no valor de R$ 4 milhões, para implantação do projeto de georreferenciamento.  Aprovado por unanimidade na sessão da câmara de vereadores ijuiense o projeto de lei que torna obrigatório a inserção do símbolo do Transtorno do Espectro Autista-TEA nas placas de atendimento prioritário em estabelecimentos públicos e privados. A proposta é do vereador Adalberto Noronha do PT. Segundo o edil, essa matéria é um avanço em benefício da acessibilidade e da inclusão social.

Foi ordenado o depósito na conta do poder público de Ijui, no valor de 250 mil, referente a 50% do total que será investido nas obras de asfalto na rua 13 de Maio. O recurso é proveniente de emenda parlamentar do Deputado Federal Elvino Bonh Gass, do PT. Agora, a administração municipal pode dar a ordem de inicio para a empresa Bripav, vencedora da licitação, começar a executar a obra. Comerciários estiveram, ontem à noite, no Legislativo de Ijuí e protestaram contra o projeto que estabalece horário livre do comércio.

 

 

 

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
error: Conteúdo protegido!