Busca rápidaX

Conclusão da BR-285 geraria economia de R$ 221 milhões ao RS, SC e Argentina

8 de maio de 2017
A conclusão da BR-285, na região de São José dos Ausentes, na Serra, poderia gerar uma economia de R$ 221,5 milhões ao Rio Grande do Sul, a Santa Catarina e à Argentina. É o que aponta um levantamento realizado pela Câmara de Vereadores de Vacaria.

De acordo com Jaziel de Aguiar Pereira, ex-vereador do município e coordenador do Grupo da BR-285, que defende o término da estrada, com a rodovia completamente pavimentada, o escoamento da produção até os portos catarinenses poderia ser encurtada. Atualmente, a maior parte da carga precisa ser deslocada via Lages ou até mesmo pela BR-386, dependendo do destino. Os setores mais prejudicados, segundo ele, são a maçã, a madeira, o arroz e a cerâmica, além do turismo.

O deslocamento de argentinos também acaba prejudicado porque os veículos que entram na fronteira oeste precisam adotar outros caminhos para chegar ao litoral catarinense. A estimativa do estudo, é que, somados, os caminhões que escoam a produção das cidades que dependem da estrada percorram 39 milhões de quilômetros para desviar do trecho inconcluso.

No lado gaúcho, faltam apenas oito quilômetros, uma ponte e dois viadutos. O valor é estimado em R$ 75 milhões. Já no lado catarinense, as obras da rodovia estão em andamento na chamada Serra da Rocinha, entre São José dos Ausentes e Timbé do Sul.

Na manhã desta segunda, a Assembleia Legislativa do Estado lançou uma frente parlamentar para obter os recursos para as obras no lado gaúcho. A intenção é conseguir o dinheiro via emendas parlamentares. As obras no trecho foram paralisadas em 2014.

 

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
error: Conteúdo protegido!