Busca rápidaX

Confira critérios que colocaram as regiões de Santo Ângelo, Cruz Alta, Santa Rosa e Palmeira das Missões na bandeira vermelha da Covid-19

10 de julho de 2020

A classificação preliminar do sistema de distanciamento controlado do Rio Grande do Sul, sobre a Covid-19, para a próxima semana, coloca as regiões de Cruz Alta, Santa Rosa e Santo Ângelo na bandeira vermelha, ou seja, de alto risco para a doença. No momento as três regiões estão com bandeira laranja, de risco médio.

Os dados preliminares da nova rodada de bandeiras foram divulgados no início da noite de hoje pelo governo gaúcho. Agora, os municípios e regiões têm até as 18 horas de domingo para apresentar recurso na tentativa de evitar o avanço das bandeiras. Segunda-feira o Estado analisa os argumentos e anuncia as bandeiras definitivas que vão vigorar a partir da próxima terça-feira, por uma semana.

Santo Ângelo

A região de Santo Ângelo teve o quadro agravado no quantitativo de hospitalizações registradas para Covid-19 nos últimos sete dias. Foram 23 registros de hospitalizações na última semana, ou seja, aumento de 53% em relação à semana anterior.

Apesar da melhora no indicador da razão entre ativos na última semana e recuperados nos 50 dias anteriores ao início da semana, os indicadores de incidência de novos casos sobre a população, na região Missioneira, se agravaram ainda mais.

Santo Ângelo acumula 242 casos da Covid-19, com aumento de seis nas últimas horas. Já os 24 municípios da 12ª Coordenadoria Regional de Saúde, com sede em Santo Ângelo, acumulam 518 casos da doença.

Cruz Alta

Já a região de Cruz Alta atingiu a bandeira vermelha, por exemplo, em razão do indicador de incidência de novos casos da Covid-19 na população. Com o registro de cinco óbitos nos últimos sete dias, o indicador de projeção do número de mortes para o período de uma semana saltou da bandeira amarela para a bandeira preta na região, ou seja, risco altíssimo.

Amanhã pela manhã, o prefeito de Cruz Alta, Vilson Roberto, realizará reunião para avaliar os dados do Estado e a possibilidade de contestação de mudança de bandeira. Já amanhã à tarde o encontro será com o comitê municipal Covid-19.

Hoje, Cruz Alta registrou o oitavo óbito pelo novo coronavírus. Trata-se de um homem, de 76, portador de comorbidades e que estava hospitalizado desde o dia 17 de junho. Além disso, nesta sexta-feira foram confirmados mais 10 casos da doença. Com isso, Cruz Alta acumula 232 casos, mas 161 pacientes recuperados.

Santa Rosa

A região de Santa Rosa, por sua vez, teve indicação de bandeira vermelha, visto o agravamento dos indicadores de velocidade do avanço do novo coronavírus. No que diz respeito ao estágio de evolução da doença na região, foram registrados 34 casos ativos na última semana, ao passo que somaram apenas 31 casos recuperados nos 50 dias que antecederam o início da semana de referência.

Hoje à noite, a prefeitura de Santa Rosa disse que vai ingressar com recurso para tentar reverter a bandeira vermelha. Já nesta tarde, o Hospital Vida e Saúde de Santa Rosa confirmou o terceiro óbito por Covid-19 no município.

Trata-se de um homem de 74 anos, natural de Santa Rosa. Ele hipertensão, doença de Chagas e neoplasia de próstata. Esta foi a 12ª morte registrada pelo novo coronavírus no hospital de Santa Rosa. As outras nove pessoas que faleceram residiam em outros municípios.

Palmeira das Missões

Já a região de Palmeira das Missões, que atualmente está na bandeira vermelha, foi classificada para seguir no mesmo estágio. O número de casos ativos pela doença na última semana até reduziu, além de diminuição de internações por Covid-19.

Porém, apesar da redução nas hospitalizações, os indicadores de estágio da evolução e de incidência de novos casos sobre a população continuam em situação de risco alto e muito alto, principalmente com o aumento na projeção de óbitos. O município de Palmeira das Missões acumula 260 casos do novo coronavírus, porém 181 recuperados.

Vale lembrar, que mesmo em regiões de bandeira vermelha, os municípios que não tiveram registro de hospitalização e óbito por Covid-19 de morador nos últimos 14 dias, poderão adotar medidas de bandeira laranja, ou seja, um pouco mais brandas, o que repercute, por exemplo, na abertura do comércio.

No entanto, os municípios de Santo Ângelo, Santa Rosa e Cruz Alta, deverão ficar na bandeira vermelha, pois não se enquadram nas regras mencionadas. Com isso, possivelmente na semana que vem terão o comércio fechado.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Rádio Progresso de Ijuí
error: Conteúdo protegido!