Busca rápidaX

Confirmados três casos de dengue clássica em Panambi

22 de janeiro de 2019

O município de Panambi enfrenta uma situação complicada: nos últimos dias, três casos de dengue clássica já foram confirmados no município, através de exames realizados em Laboratórios privados. Além desses, outros cinco casos suspeitos aguardam resultado do Laboratório Central de Porto Alegre
A confirmação foi feita na tarde de ontem, 21. Os pacientes são moradores dos Bairros Fátima, Medianeira e São Jorge, o que não significa
que tenham sido picados pelo mosquito na localidade onde residem.
De acordo com a diretora do Setor de Vigilância Sanitária, enfermeira Vânia Piaia Abreu, o que tem chamado atenção da Secretaria de Saúde é o aparecimento de larvas do mosquito em piscinas e água suja acumulada pela chuva nas ruas de Panambi.

O clima instável, responsável pelas frequentes chuvas registradas nos últimos dias exigem cuidados redobrados para evitar a proliferação do mosquito Aedes aegypti que, não só transmite a dengue, mas também a zika e chikungunya.

Neste período, os locais propícios para a criação do mosquito se multiplicam e a população deve se mobilizar para eliminar os focos, salienta Vânia, que afirma que a Secretaria da Saúde está atuando na vistoria dos imóveis, mas, tem encontrado dificuldades em muitas residências, já que várias famílias estão viajando e os agentes nem sempre conseguem entrar nos pátios para fazer a devida fiscalização.

Para evitar que novos casos apareçam a enfermeira Vânia lembra que é importante a população estar atenta aos cuidados básicos, como evitar locais que possam acumular água e pede aos moradores para que façam a devida inspeção em suas residencias e até nos locais de trabalho.

Em Ijuí, de acordo com o médico Veterinário da vigilância ambiental, Ortiz Júnior, apesar de não haver nenhum caso de dengue, o município está em alerta. Segundo ele, diariamente cerca de 35 agentes da vigilância ambiental realizam o trabalho de orientação e fiscalização em imóveis residenciais, comerciais e terrenos baldios.

Segundo o médico veterinário, em função das chuvas dos últimos dias é notório o aumento de água parada em terrenos baldios, por isso, é necessário redobrar a atenção e os cuidados.

Compartilhar
  • 182
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    182
    Shares
Fonte: Rádio Progresso de Ijuí

Acompanhe nas Redes

by @TwitterDev
error: Conteúdo protegido !!!