Busca rápidaX

MANCHETES

Conselho das Secretarias Municipais de Saúde quer manutenção das estruturas criadas para Covid a fim de atender outras doenças

28 de setembro de 2021

Segundo o presidente do Conselho das Secretarias Municipais de Saúde do Rio Grande do Sul e secretário de Saúde de Canoas, Maicon Lemos, o Estado se destaca pela agilidade na vacinação da população contra a Covid desde o início desse processo.

Durante entrevista hoje pela manhã na RPI, Lemos disse que o trabalho acontece com bom embasamento técnico e estratégico. Ele destacou que a imunização de adolescentes de 12 a 17 anos é fundamental, pois mesmo que seja um público que não se desloca muito entre regiões, geralmente os menores de idade visitam bastante casas de familiares.

Maicon Lemos ainda abordou o programa Assistir, do governo gaúcho, que estabelece nova estrutura de distribuição de dinheiro entre hospitais. Observou que 56 hospitais vão ter redução de recursos, o que é preocupante. Defendeu a mobilização de forças políticas e técnicas para que haja verbas suficientes a fim de que as casas de saúde consigam atender a população pelo SUS.

O presidente do Conselho das Secretarias Municipais de Saúde do Rio Grande do Sul, na mesma entrevista da Progresso, enfatizou a importância de aproveitar a atual estrutura montada nos hospitais gaúchos para a Covid, a fim de atender outros problemas de saúde das pessoas, que até podem ficar represados visto o Coronavírus. Uma das preocupações de profissionais de saúde, por exemplo, é com casos represados de câncer que podem surgir, pois muitos deixaram de fazer exames preventivos durante a pandemia.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fonte: Radio Progresso de Ijuí
error: Conteúdo protegido!