Busca rápidaX

Coordenador do Cacon do HCI espera agilização em pesquisas para novos medicamentos

21 de fevereiro de 2017
A comunidade científica brasileira espera que a partir de agora ocorra agilização de pesquisas clinicas no Brasil, para descoberta de novos medicamentos, por exemplo, contra a câncer, diabetes e Alzheimer. Semana passada o Senado Federal aprovou matéria que desburocratiza a liberação de pesquisas clínicas no país. A proposta segue agora para análise da Câmara dos Deputados.

Em entrevista nesta manhã na Progresso, o médico oncologista do Centro de Alta Complexidade em Oncologia do Hospital de Caridade de Ijuí, Fábio Franke, disse que atualmente existe muita demora nas pesquisas, o que afugenta investimentos. Citou que no Brasil, além de centrais locais, também existe necessidade de que órgão nacional libere a possibilidade de novos estudos sobre medicamentos.

Já em países desenvolvidos, precisa apenas a liberação local. O ideal, segundo Fábio Franke, é que a pesquisa sobre determinado medicamento possa iniciar em cerca de três meses após o protocolo. A partir de agora, o médico ijuiense enfatiza haverá pressão política junto a deputados para que também aprovem o mesmo projeto. Ele ainda pede mobilização da comunidade.

 
 

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
error: Conteúdo protegido!